Não precisa ser católico para conhecer ou, pelo menos, já ter ouvido falar no papamóvel, o carro que leva o Papa por aí, com vista para os fiéis. Agora, a empresa Fisker deposita sua fé em uma versão elétrica desses veículos. A empresa confirma o modelo, mas o Vaticano segue com o voto de silêncio.

Henrik Fisker, designer de veículos, contou, há um mês, no dia 21 de maio, que tinha uma “audiência privada” com o Papa Francisco. Sua empresa se ofereceu para fazer um SUV elétrico personalizado para realizar o transporte papal oficial a partir do final de 2022.

publicidade

Leia mais:

Henrik Fisker mostra foto do modelo que pretende entregar ao pontífice. Imagem: Twitter @henrikfisker/Reprodução

Segundo o site The Verge, porém, a reunião tinha outro caráter e a proposta foi uma surpresa. Fisker e Geeta Gupta-Fisker, sua esposa e cofundadora da empresa, estavam no Palácio de São Calisto, em Roma, fora dos muros da Cidade do Vaticano, para um breve encontro com o líder da Igreja Católica em um evento educacional.

Enquanto conversava rapidamente com o Papa e pedia que abençoasse a startup, o casal mostra um esboço a Francisco, que assina o papel. O momento do breve encontro pode ser visto no canal de notícias oficial do Vaticano no YouTube, por volta dos 14 minutos do vídeo abaixo.

Logo em seguida, Fisker informa ao Papa que planeja entregar o SUV elétrico ao Vaticano no ano que vem, mas um assessor leva o pontífice para a próxima apresentação, encerrando o encontro. Mesmo com a “reunião” tão breve, a Fisker Inc. divulgou, no dia seguinte, um comunicado afirmando que está pronta para desenvolver “o primeiro veículo totalmente elétrico para a Santa Sé”.

O vaticano não chegou a fazer qualquer menção ao veículo, mas o empresário está confiante. Em sua conta no Twitter, ele escreveu que está “ansioso para fazer o primeiro papamóvel todo elétrico”. “Foi uma honra ter uma audiência prova com o Papa Francisco. Ele é muito consciente sobre responsabilidade ambiental para as próximas gerações”, disse.

Esboço assinado pelo Papa Francisco. Imagem: Fisker Inc./Divulgação

Papamóvel através dos anos

O Vaticano já usou diversos veículos para transportar o Papa, sendo quase um terço deles da Mercedes-Benz. Quando o pontífice viaja para fora, o Vaticano normalmente solicita que montadoras locais adaptem veículos para as medidas de segurança necessárias, como o vidro à prova de balas que o Papa João Paulo II usava, após um atentado contra sua vida. O atual papa, o argentino Jorge Mario Bergoglio, usa um carro com o vidro apenas na frente.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!