Nem tudo está perdido! Nasa afirma que ainda está tentando consertar o Hubble

Imagem: Vadim Sadovski - Shutterstock

Ainda há esperança para o telescópio Hubble. Conforme noticiado pelo Olhar Digital, o icônico equipamento parecia ter “dado PT” (perda total), mas a Nasa acredita que ainda existam meios de recuperá-lo. 

De acordo com o site Futurism, cientistas da agência espacial norte-americana ainda estão tentando incansavelmente consertar o computador de carga útil principal do telescópio espacial, que apresentou uma grave falha, colocando vários de seus instrumentos científicos em modo seguro desde a semana passada.

Nasa acredita que ainda pode conseguir consertar o telescópio espacial Hubble, que encontra-se em modo offline há dez dias. Imagem: Juergen Faelchle – Shutterstock

Ainda não se sabe o que levou à falha no computador do equipamento. Já foram, pelo menos, três tentativas de reanimá-lo, todas fracassadas, ao utilizar uma versão de backup do módulo de memória, suspeito de ter causado o problema.

Agora, os cientistas suspeitam que os módulos de memória do computador, originalmente suspeitos de serem os culpados, podem não ser o problema. De acordo com uma atualização ocorrida nesta terça-feira (22), eles estão investigando se o módulo que faz a ponte de comunicação entre os vários componentes do computador pode estar com defeito.

De qualquer modo, graças às mentes brilhantes que projetaram o Hubble há mais de 30 anos, pode ser que nem tudo esteja perdido – mesmo que o computador de carga útil principal tenha queimado de vez.

Leia mais:

Segundo informações da Nasa, a equipe está se dando mais tempo para investigar o problema do computador de carga útil, e talvez seja necessário recorrer ao computador de backup a bordo do Hubble.

Ainda de acordo com a agência, o computador de backup não foi ligado desde sua instalação, em 2009. Naquela época, uma tripulação de sete pessoas visitou o telescópio espacial Hubble a bordo do ônibus espacial Atlantis para instalar novos instrumentos e módulos de bateria, bem como fazer alguns reparos.

Telescópio Hubble não pode ser reparado pessoalmente

Essa foi a quinta e última vez que o Hubble foi reparado pessoalmente. Desde então, os consertos necessários só acontecem remotamente. Mas, em 2011, a Nasa aposentou o ônibus espacial, o que significa que uma futura viagem ao telescópio é pouquíssimo provável. Isso porque a agência, atualmente, não possui nenhuma espaçonave em sua frota capaz de fazer a manutenção do equipamento.

Se as tentativas da Nasa de reativar o computador de bordo ou seu backup falharem, um dispositivo instalado durante a missão de 2009 poderia permitir que o Hubble se dirigisse à atmosfera da Terra, para queimar na reentrada – um triste fim para um telescópio que nos trouxe uma riqueza inimaginável de informações sobre o universo observável.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!