A Xiaomi anunciou nesta terça-feira (22) a chegada de mais um modelo de smartphone ao Brasil: trata-se do Redmi Note 10 5G, o modelo mais “humilde”, mas, em compensação, mais barato da nova geração de modelos da empresa chinesa.

O modelo chega ao mercado brasileiro com preço sugerido de R$ 2.699, que é significativamente mais baixo que os outros lançamentos mais recentes da marca, porém, tem algumas características mais modestas que seus irmãos.

publicidade

Um exemplo disso é o fato de o Redmi Note 10 5G ser o único entre lançamentos recentes da Xiaomi que não conta com uma tela AMOLED, sendo equipado com uma tela LCD de 6,5” e resolução Full HD+ de 2.400 x 1.800, com taxa de atualização de 90 Hz.

O aparelho também conta com um conjunto de câmeras menos poderoso em comparação com os mais novos modelos da gigante chinesa. A lente principal tem um sensor de 48 MP, contra 64 MP do Redmi Note 10S e respeitáveis 108 MP do Redmi 10 Pro.

O conjunto traseiro, composto por três câmeras, também conta com uma lente macro com sensor de 2 MP e um sensor de profundidade também de 2 MP. Na frente, o modelo conta com uma lente com sensor de 8MP, o que deve garantir boas selfies.

Processador potente

Redmi Note 10 5G conta com várias opções de cores. Crédito: Xiaomi/Divulgação

O processador é um MediaTek MT6833 Dimensity 700 5G, com 4GB de memória RAM e armazenamento interno de 128GB. Há uma entrada para fones de ouvido tradicionais, com plugue de 3,5 mm, além de suporte NFC, que, entre outras facilidades, permite a realização de pagamentos por aproximação.

A bateria conta com capacidade de 5.000 mAh, que segundo a Xiaomi permite até dois dias de uso sem precisar recarregar. Um carregador de 22,5 watts vem na caixa.

Leia mais:

O smartphone também conta com conectividade com a vindoura rede de internet de quinta geração, sendo um dos aparelhos 5G de menor preço sugerido com essa tecnologia, junto com o Samsung Galaxy A32, que foi lançado no mercado brasileiro no começo do mês de março pelos mesmo R$ 2.699.

Com informações do UOL

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!