O ano de 2020 foi palco para a implementação, em larga escala, da conectividade 5G. Mais de 236 milhões de pessoas terminaram o ano com acesso à rede ultra veloz de acordo com uma pesquisa feita pela Omdia. A estimativa é que esse número chegue a 1,2 bilhão em 2024, segundo a GSMA.

Atualmente 15% da população mundial vive em áreas de cobertura 5G. Usuários na Coreia do Sul, Austrália, Alemanha, Japão, Arábia Saudita, Reino Unido e Estados Unidos já consomem até duas vezes mais dados em 5G do que em 4G, segundo um levantamento da Open Signal. A Coreia do Sul pretende ter cobertura nacional até o fim de 2021, enquanto a Suíça já implantou redes 5G para 90% da população e o Reino Unido conta com 30% de cobertura. No Brasil, a tecnologia 5G só chega oficialmente depois do leilão das frequências pela Anatel, que só deve acontecer em maio ou junho deste ano. Porém, as operadoras de telefonia já estão realizando testes com uma tecnologia chamada DSS (compartilhamento dinâmico de espectro, na sigla em inglês). Assim é possível compartilhar, de forma dinâmica, o espectro 3G e 4G não utilizado para prestar o serviço 5G.

publicidade

Pela experiência em outros países, podemos ter uma ideia do impacto que a chegada do 5G pode ter no Brasil. Usando uma conexão 5G ativa, os usuários sul-coreanos atingiram, em média, até 354,4 Mbps. Em todos os dez países analisados pela Open Signal, as velocidades médias de download 5G ficaram em 150 Mbps – muito mais rápido do que qualquer rede 4G.

Vale lembrar que essa é a velocidade média, considerando todos os usuários pesquisados. Ocasionalmente, um smartphone individual pode registrar picos de download ainda mais rápidos. No levantamento da Open Signal, a velocidade de 2% dos principais usuários variou de 862,6 Mbps a 575,4 Mbps.

Um exemplo do benefício que uma rede ultra veloz pode trazer, especialmente em tempos de Covid-19, são as melhorias nas chamadas de vídeo. Nos top 10 países com melhor conexão 5G, os usuários relataram uma experiência “excelente” em videoconferências. Isso significa melhor qualidade e menos interrupções nas chamadas.

Mas só é possível desfrutar dessa qualidade com um aparelho “5G ready”, ou seja, que já tenha compatibilidade com a nova tecnologia. Já há vários aparelhos compatíveis com a tecnologia aqui no Brasil. A Motorola foi a primeira fabricante a trazer essa inovação para o Brasil, com aparelhos compatíveis com o moto g 5G, moto g 5G plus, motorola edge, motorola edge+, Lenovo Legion Phone Duel e moto g 100. Aproveite, para conhecer, no link abaixo da janela desse vídeo, os modelos de smartphones compatíveis com o 5G que já estão disponíveis por aqui. E prepare-se para o futuro. Porque ele já está aqui.

Confira ofertas e novidades da linha Motorola, clicando aqui.