Quando ‘Game of Thrones‘ estreou no HBO em 2011, os fãs ficaram maravilhados ao ver como a história e o mundo de ‘As Crônicas de Gelo e Fogo‘, escritas por George R.R. Martin, se desenrolariam na telinha. Mas à medida que os showrunners iam além dos livros, as coisas “saíam um pouco dos trilhos”. Atualmente, o autor olhar para trás com uma coisa em sua mente: o final escrito precisa ser diferente do que o da série.

Em recente entrevista para o WTTW, canal de TV da cidade de Chicago, Martin compartilhou seu pesar por deixar a história de ‘Game of Thrones’ ultrapassar a série de livros. Embora admita que o sucesso da atração do HBO “mudou sua vida em boas maneiras”, ele também apontou como seu “maior problema” o fato de não escrever rápido o suficiente com o tempo que tinha para garantir que, da forma que ele pretendia, o programa pudesse continuar a seguir.

publicidade
George R.R. Martin é o escritor da saga 'As Crônicas de Gelo e Fogo', que originou a série 'Game Of Thrones'. Imagem: Kathy Hutchins / Shutterstock.com. Imagem: Kathy Hutchins / Shutterstock.com
George R.R. Martin é o escritor da saga ‘As Crônicas de Gelo e Fogo’, que originou a série ‘Game Of Thrones’. Imagem: Kathy Hutchins / Shutterstock.com. Imagem: Kathy Hutchins / Shutterstock.com

“Olhando para trás, gostaria de ter ficado à frente dos livros”, afirmou Martin em entrevista (assista abaixo). “Quando eles começaram aquela série, eu já tinha quatro livros publicados, e o quinto foi lançado exatamente quando a série estava começando, em 2011. Eu tinha uma vantagem inicial de cinco livros. E são livros gigantescos, como você sabe. Eu nunca pensei que eles iriam me alcançar, mas eles conseguiram. Eles me alcançaram e me ultrapassaram e, você sabe, isso tornou tudo um pouco estranho – porque agora, o show estava à minha frente e estava indo em direções um tanto diferentes”.

As temporadas da série, como sabem, foram inspiradas na saga “As Crônicas de Gelo e Fogo”. Assim que a primeira temporada foi lançada nos canais HBO, os quatro primeiros livros já estavam disponíveis nas livrarias do mundo inteiro, e o quinto, ‘A Dança dos Dragões’, estava prestes a ter sua estreia internacional. Até o final da quinta temporada da produção, a história estava consistente com o material original, mas quem conhece a obra do autor sabe que o detalhismo e correlação entre as tramas do enredo têm um preço: o longo período que se estende entre os lançamentos.

[CUIDADO: SPOILERS A SEGUIR] Logo, a série precisava continuar. Nas últimas três temporadas de ‘Game Of Thrones’, Martin deu aos produtores sinopses básicas da história planejada, incluindo como terminaria – mas fora isso, eles estavam meio que por conta própria. Isso levou a alguns momentos fantásticos, como Cersei Lannister destruindo o Septo e cena de “Segure a Porta”, mas também levou a, bem, a polêmica oitava temporada.

Na mesma oportunidade, o autor afirmou que seu final será diferente da série, embora ele não tenha dito como ou quanto. “Ainda estou trabalhando no próximo livro, mas você verá meu final quando ele for lançado”, acrescentou. Sim, após cerca de 10 anos, Martin ainda está trabalhando em ‘Ventos do Inverno’, a sexta obra da série que terá, ao todo, sete livros – e ainda não há data de lançamento.

Ainda durante a entrevista, Martin explicou que ele não tem permissão – leia-se “proibido por contrato” – para discutir as futuras séries relacionadas (spinoffs) a ‘Game of Thrones’ que estão sendo produzidas para o streaming HBO Max, como ‘House of The Dragon’,

Leia mais:

Fontes: Gizmodo e WTTW

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!