A Microsoft apresentou o Windows 11 em transmissão online nesta quinta-feira (24) e, com ele, foram mostrados novos recursos voltados para o mercado dos videogames.

A primeira novidade é o “Auto HDR”, um recurso que usuários do atual console de mesa da empresa, o Xbox Series X, já devem conhecer e que agora vem para os computadores.

publicidade

Com ele, jogos rodando no Windows 11 ganham uma vivacidade gráfica superior, com cores mais vibrantes e iluminação mais realista. E por ser uma função integrada ao Windows 11, desenvolvedores e jogadores não precisarão de nenhuma ação específica para usá-la.

Leia mais

Imagem mostra comparação do jogo "Skyrim" com e sem o recurso Auto HDR, migrado pela Microsoft para o Windows 11 em busca de aprimorar os jogos para PC
Comparação do Auto HDR rodando em “Elder Scrolls V: Skyrim”: Microsoft promete maior vivacidade gráfica nos jogos para PC. Imagem: Microsoft/Reprodução

Outra novidade, também migrada para o Windows 11 do Xbox Series X, é a função Direct Storage, que permite que os apps tenham acesso direto e rápido ao disco em sistemas compatíveis.

Com isso elementos gráficos (arte, texturas, vídeos, modelos) poderão ser carregados para a placa de vídeo sem criar gargalos no desempenho de sua máquina. Isso basicamente se traduz menores tempos de carregamento (“loading”), tanto entre fases quanto durante elas.

Finalmente, o serviço de assinatura Game Pass se integra ao Windows 11 diretamente, por meio do aplicativo oficial do Xbox para PCs. Segundo o anúncio, a novidade já contará com os jogos da Bethesda Softworks – estúdio por trás de “Skyrim”, “Doom” e “Wolfenstein”, entre outros, que foi adquirido pela Microsoft em setembro de 2020 – no primeiro dia de lançamento.

O Game Pass também passará a ser mais facilmente acessível no Windows 11 por meio de app dedicado
O Game Pass passará a ser mais facilmente acessado graças a uma reformulação no app oficial do Xbox para o Windows 11. Imagem: Microsoft/Reprodução

O Game Pass no Windows 11 também conta com uma interface dedicada ao Xbox Cloud Gaming, permitindo que máquinas com menores configurações também rodem os jogos mais avançados via streaming, mesmo que não tenham uma GPU ou processador poderosos.

Segundo a apresentação feita por Sarah Bond, vice presidente corporativa da marca Xbox, o Windows 11 também vai favorecer o cross play, permitindo o suporte a partidas online contra jogadores do mesmo game conectados em outras plataformas. Além disso, o Windows 11 também deve facilitar o cross save, ou seja, você começar uma partida no computador, salvar seu progresso e retomá-la em outra plataforma.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!