A plataforma de criptomoedas Bitso acaba de lançar seu primeiro aplicativo para celular, já disponível para Android e iOS, com o objetivo de ser a maneira mais fácil e segura para os brasileiros comprarem e venderem criptomoedas. Dessa forma, o app possibilita a aquisição de frações de bitcoin e outros nove criptoativos a partir de R$ 25.

O aplicativo possui também o Bitso Transfer, recurso que possibilita o transferências entre diferentes contas Bitso por meio de QR Code, e-mail ou número de telefone. Assim, os usuários podem enviar reais ou criptomoedas entre si de forma rápida e sem taxas.

publicidade

Leia mais:

Além disso, a plataforma oferece seguro contra roubos de carteiras para certas cripmoedas, como o bitcoin, sem custo extra para os usuários.

“Nossa missão é tornar os criptoativos úteis e mais acessíveis no dia a dia, colocando na mão das pessoas um aplicativo seguro, fácil de usar e com tecnologia de ponta”, disse Marcos Jarne, Country Manager da Bitso no Brasil.

Com atuação em diversos países, a plataforma de criptomoedas chegou ao Brasil em dezembro de 2020 e estreou no varejo com operações disponíveis para pessoas físicas em abril deste ano. Pouco depois, no início de maio, a Bitso recebeu um aporte de US$ 250 milhões (equivalente a mais de R$ 1,2 bilhão), e se tornou então a primeira empresa do setor a possuir o status de unicórnio na América Latina.

Transações com criptomoedas

As transações feitas com criptomoedas estão se tornando cada vez mais populares, com diferentes plataformas passando a oferecer o serviço de compra e venda por meio dos criptoativos.

Ilustração de diversas criptomoedas
As transações com criptomoedas estão se tornando cada vez mais populares. Foto: Yevhen Vitte/Shutterstock

O Venmo, serviço de pagamento móvel do PayPal, anunciou no final de abril o lançamento da funcionalidade “Crypto on Venmo”, que permite a compra, venda e alocação de criptomoedas em seu aplicativo.

No mesmo mês, o Signal, aplicativo de troca de mensagens, comunicou que estava realizando testes de um novo recurso de para pagamentos e transferências de criptomoedas. No entanto, a Signal Payments, como foi batizada a funcionalidade, só permitirá transações com uso da MOB, moeda digital da marca. O Facebook também já anunciou que está trabalhando no desenvolvimento da sua própria criptomoeda, chamada Diem.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Via: Bitso