Em uma conversa despretensiosa no Twitter nesta semana, o CEO da SpaceX, Elon Musk, ofereceu apoio a um concorrente, a United Launch Alliance (ULA).

Quando convidado pelo CEO da ULA, Tory Bruno, para acompanhar o desenvolvimento do foguete Vulcan Centaur, Musk se ofereceu para “levar alguns motores sobressalentes… quero dizer, apenas para garantir”, brincou.

publicidade

“Obrigado pela gentil oferta”, respondeu Bruno. “Mas, ouvi dizer que seu pássaro voa [sic] com muitos e não gostaria de deixá-lo sem”, acrescentou ele, provavelmente se referindo ao fato de que a SpaceX está planejando usar mais de 30 motores Raptor em seus próprios foguetes Super Heavy.

A conversa relaxada mostrou o lado mais amigável de Musk – embora ele ainda esteja mais inclinado a atacar seus inimigos online.

Leia mais:

O foguete Vulcan Centaur é um veículo de lançamento pesado de dois estágios que a ULA vem desenvolvendo desde 2014. É o sucessor dos foguetes Atlas V e Delta IV e pode carregar até 7,2 toneladas para uma órbita geossíncrona ou 24 toneladas para a órbita baixa da Terra.

Seu principal objetivo é lançar cargas úteis em nome da Força Espacial dos EUA e de agências de inteligência. A viagem inaugural do foguete está provisoriamente programada para o próximo ano.

Elon Musk no SNL. Fonte: Reprodução / YouTube
Acostumado a alfinetar no Twitter, Elon Musk usou o microblog de maneira mais amável em conversa com Tory Bruno. Imagem: Reprodução / YouTube

O foguete está em construção nas instalações da Dynetics. Isso é notável, considerando que a empresa está competindo diretamente com a SpaceX no contrato do Human Landing System da Nasa. 

Empresas protestam contra preferência da Nasa pela SpaceX, de Elon Musk

Juntamente com a Blue Origin, a Dynetics protestou recentemente contra a decisão da Nasa de escolher apenas a SpaceX para desenvolver um módulo para missões tripuladas à Lua a partir de 2024.

Embora seja improvável que o bilionário Musk levasse a sério sua oferta, alguns motores Raptor extras não teriam ajudado tanto a ULA.

Quando questionado se o Vulcan poderia “usar os Raptor”, Bruno explicou em um tweet de acompanhamento que não funcionaria. “Foguete e motor são projetados juntos. E… isso foi só uma piada”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!