O Twitter divulgou três primeiros novos conceitos de design para recursos que está considerando para seu serviço. Sendo assim, “Amigos Confiáveis” pondera permitir que os usuários limitem o público de tuítes selecionados no aplicativo, ou seja, podendo ser um círculo menor de amigos próximos.

Enquanto “Facetas” irá permitir que você selecione seus tuítes ao enviá-los na rede social.  Assim, a plataforma também pensa em permitir que os usuários listem algumas frases que preferem não ver em suas respostas. De acordo com o Twitter, as ideias estão em seus estágios iniciais e nenhuma está atualmente em desenvolvimento ativo.

publicidade

Várias pessoas do Twitter já têm várias contas para separar suas vidas pessoais e profissionais. Normalmente, uma delas sendo privada para evitar o compartilhamento de notícias pessoais. Agora, os recursos como amigos e facetas confiáveis ​​podem permitir a mesma funcionalidade em uma única conta.

O recurso ‘Facetas’ pode permitir que você siga apenas tweets selecionados de uma conta Imagem: Twitter

A categoria “Amigos Confiáveis” pode oferecer uma alternativa para permitir que você indique que um tuíte deve ser público ou apenas para amigos, somando com o “Facetas” que foca um controle mais granular, permitindo que você classifique não apenas profissionais e pessoais categorias, mas também hobbies ou interesses específicos que você possa ter. 

O Twitter informou que você pode seguir alguém apenas por seus tuítes sobre um determinado tópico, em vez de seguir a conta como um todo

Os usuários podem então selecionar os destinatários pretendidos de cada tuíte
Imagem: Twitter

Além disso, o Twitter avisou que não está construindo ativamente nenhum desses recursos, neste momento. Em vez disso, a esperança é que tuitar sobre eles no início possa ajudar a empresa a obter feedbacks sobre seus planos, enquanto eles ainda estão nas fases iniciais. 

No mês passado, o designer de privacidade do Twitter, Dominic Camozzi, tuitou um recurso semelhante de trabalho em andamento para permitir que os usuários “não mencionem” a si mesmos quando são marcados em uma conversa.

Um exemplo de aviso sobre uma frase proibida
Imagem: Twitter

Inclusive, os recursos do Twitter possuem o hábito de se tornar públicos antes de serem oficialmente anunciados por causa do trabalho de pesquisadores de aplicativos como Jane Manchun Wong, que vasculham o código do aplicativo em busca de sinais de funcionalidade não lançada. 

No caso, se o Twitter comunicar previamente um recurso como esse antes de começar a criá-lo, haverá menos chance de problemas.

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!