Nesta terça-feira (6), o Twitter compartilhou mais algumas ideias de novos recursos para garantir a segurança e a privacidade das contas. Isso incluiria uma ferramenta única de “verificação de privacidade“, que introduziria as novas opções de controles de conversa do microblog para os usuários.

Além desse recurso, o Twitter pode estar planejando outros que permitiriam que as pessoas fossem mais protegidas no serviço ou navegassem mais facilmente entre tweets públicos e privados ou entre suas várias contas.

publicidade

Desses, o recurso de verificação de privacidade provavelmente seria o mais útil, já que o recente surto de inovação do Twitter também tornou o serviço mais complexo. Com o tempo, um destino centralizado – como  o Checkup de privacidade do Google ou do Facebook, onde os usuários podem ajustar seus controles de privacidade – pode se tornar uma adição valiosa.

Essas ideias foram postadas pela designer de produtos da empresa, Lena Emara.

Usuário personaliza opções de segurança do Twitter

Com a verificação de privacidade do Twitter, os usuários responderiam a uma série de perguntas que os ajudariam a pensar sobre o quão públicos ou privados eles desejam ser na plataforma do Twitter. 

Por exemplo, eles podem escolher se todos podem ver seus tweets ou não, quem tem permissão para enviar mensagens diretas ou quem pode marcá-los em fotos.

Outras novas ideias em consideração incluem um ajuste na tela de postagem para destacar melhor de qual conta o usuário está publicando (e se é pública), bem como outro recurso que adicionaria lembretes que aparecem quando você responde a alguém de uma conta privada. 

Com o lembrete, o usuário seria alertado de que o destinatário não seria capaz de ver sua resposta porque sua conta está atualmente definida como “protegida”. 

Também forneceria uma ferramenta para transformar seus tweets em público para que você passasse a participar da conversa.

Twitter ofereceria opção “ocultar conta” para proteger de ataques de trolls

Frequentemente, quando alguém está sendo incomodado por um grupo, isso começa a atrair ainda mais atenção indesejada. É onde têm início os ataques de trolls, comumente conhecidos por bullying virtual.

Embora o usuário possa denunciar os trolls por abuso, isso não interrompe seus ataques imediatamente. Para lidar com esse tipo de brigada de trolls, alguns usuários definem sua conta como privada ou excluem sua conta do Twitter.

Com a nova ferramenta pensada pelo Twitter, surgiria uma terceira opção: ocultar a conta. Os usuários poderiam ser alertados sobre o aumento da atenção negativa que sua conta estivesse recebendo por meio de uma notificação push e, em seguida, serem direcionados a novos controles de privacidade que os permitiriam desativar a capacidade de outros usuários do Twitter de encontrá-los por meio de pesquisa. 

Leia mais:

Uma alternância desabilitaria as pessoas de encontrar sua conta pesquisando por seu nome de usuário, enquanto outra desabilitaria a conta de ser recomendada no recurso “Quem Seguir”. Limites de tempo poderiam ser definidos para desativar essas opções, caso o usuário queira “se esconder” apenas por um certo tempo.

Recursos não passam de ideias do Twitter, sem planos para desenvolvimento

Em relação a essas ferramentas, o Twitter diz que, por enquanto, são apenas ideias – não recursos em construção. 

O microblog deseja ouvir a comunidade de usuários sobre o que eles pensam e avaliar o feedback antes de prosseguir.

A empresa tem postado vários outros conceitos de design como esse nos últimos dias, como, por exemplo, na semana passada, quando divulgou algumas novas ideias sobre tweetar apenas para amigos ou usar personas diferentes, entre outras coisas. 

Outro recurso em potencial anunciado pela empresa está relacionado a conceitos em torno da ideia de “não menção”, que permitiria aos usuários se desmarcar dos tweets de outras pessoas.

Até o momento, o Twitter não tomou nenhuma decisão sobre qual (se algum) de seus novos conceitos será transformado em recursos do mundo real. 

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!