Após vender milhões de cópias dos inúmeros jogos da série, a Ubisoft estaria em busca de uma versão mais longeva de seu título de maior sucesso. Funcionários do estúdio relataram à Bloomberg a existência do projeto ‘Assassin’s Creed Infinity’, um multiplayer online que busca replicar os resultados de ‘GTA V’ e ‘Fortnite’.

Segundo a apuração, o projeto ainda estaria longe de ser lançado e faz parte dos planos da Ubisoft para reformular a maneira como a franquia é comercializada. Desde 2007, a companhia lançou pelo menos um título novo da série a cada dois anos. No total, as vendas da franquia ultrapassam 155 milhões de cópias.

publicidade

Leia também:

Profissionais da Ubisoft ouvidos pela reportagem disseram que ‘Infinity’, ao contrário dos jogos anteriores, não teria uma única ambientação histórica. A ideia é que o multiplayer comporte diferentes períodos e localizações e esteja aberto também para expansões enquanto a plataforma estiver disponível.

Uma opção lucrativa

A ideia de converter ‘Assassin’s Creed’ em um serviço pode ser um caminho interessante para a franquia, que por vezes flerta com a saturação, dada a frequência elevada dos seus lançamentos. E, talvez mais importante para a Ubisoft, pode ser também uma opção mais rentável.

Lançado em 2020, ‘Assassin’s Creed Valhalla’ é o mais recente título da franquia principal. Crédito: Ubisoft/Divulgação

Muito da longevidade de ‘GTA V’, por exemplo, deve-se ao modo multiplayer. Lançado em 2013, o jogo da Rockstar segue fazendo sucesso, tendo uma comunidade ativa, e ainda este ano será disponibilizado para consoles da nova geração.

Mais do que manter a franquia ‘GTA’ em evidência, o modo on-line é uma fonte de renda em movimento constante. No ano de 2020, por exemplo, ‘GTA V’ faturou quase US$ 1 bilhão em receita, sobretudo em decorrência do aumento no número de jogadores no modo on-line, alavancado durante a pandemia.

Boa parte desse montante não veio das vendas de novas cópias de ‘GTA V’, mas de microtransações dentro do jogo on-line. É algo similar ao que ocorre também com ‘Fortnite’, que embora seja distribuído gratuitamente, fatura alto com as vendas dentro de sua plataforma, na comercialização de passes de temporada, artigos cosméticos e outros.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!