O retorno de uma espaçonave de carga Dragon, que atualmente está acoplada à Estação Espacial Internacional, foi adiado devido a uma tempestade tropical chamada Elsa. Atualmente próxima do litoral da Flórida, ela está causando chuvas intensas, ventos fortes e marés de tempestade, o que torna insegura a operação de recuperação da cápsula.

A Dragon deveria ter deixado a ISS na última terça-feira, mas segundo a previsão mais recente da Nasa, a partida não deve acontecer antes da quinta-feira, se as condições climáticas permitirem.

publicidade

A Dragon chegou à ISS em 5 de junho, com mais de 3 toneladas de água, comida e experimentos científicos a bordo. Entre a carga estavam os novos painéis solares que foram instalados na estação pelos astronautas Thomas Pesquet e Shane Kimbrough durante uma série de caminhadas no espaço.

Na volta, a cápsula vai trazer 2,3 toneladas de material, incluindo experimentos que testam a atividade de bactérias orais no espaço e a eficácia de medicamentos que melhoram o desempenho muscular.

A Dragon é atualmente a única espaçonave que pode ser usada para retorno seguro de amostras à Terra. Outras espaçonaves de carga, como a Cygnus, são projetadas para “queimar” na reentrada na atmosfera. Por isso são carregadas com lixo na viagem de volta, que é incinerado junto com a espaçonave.

A próxima missão tripulada da SpaceX à ISS, chamada Crew-3, está programada para 31 de outubro deste ano. A bordo estarão os astronautas norte-americanos Raja Chari, Thomas Marshburn e Kayla Barron, da Nasa, e o alemão Matthias Maurer, da agência espacial europeia.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!