O Google decidiu retirar do mercado o update 91.0.4472.147 do Chrome OS, após reclamações de usuários apontarem fortes quedas de performance em seus Chromebooks. Entretanto, ao fazer isso, a empresa de Mountain View introduziu um novo problema: a versão anterior – 91.0.4472.114 – deixou de aceitar a instalação do sistema operacional Linux.

Segundo informações de diversos fóruns relacionados ao sistema de código aberto, ao executar o instalador Linux em um Chromebook, o arquivo vai checar se você está rodando a última versão do Chrome OS. Entretanto, servidores do Google parecem não apontar de volta para a versão com final “114”. A consequência disso: o instalador Linux pedirá que você faça o update para uma versão do Chrome OS que não existe.

publicidade

Leia também

Imagem mostra um Chromebook, computador do Google, que retirou do ar um update recente do Chrome OS
Atualização problemática do Chrome OS acabou sendo removida pelo Google, mas essa remoção acabou gerando outro problema. Imagem: CC Photo Labs/Shutterstock

Originalmente, a atualização do Chrome OS fazia com que Chromebooks apresentassem extrema lentidão, com usuários relatando que a situação não melhorava nem mesmo após o desligamento de extensões ou restaurando o computador para configurações de fábrica. Ao rodar o app de diagnósticos embutido no sistema, gráficos mostravam que algum processo de segundo plano consumia uma boa porcentagem do processamento, gerando um gargalo para outras atividades.

Até o momento, o problema da atualização parece ter afetado apenas as máquinas com placas “Grunt” e “Hatch”, mas os detalhes sobre isso ainda são escassos, então não é possível afirmar que outros modelos também não sejam – ou serão – afetados por isso. Aproveitando, você mesmo pode verificar qual a placa do seu Chromebook, buscando seu modelo na página dedicada do Google ou digitando “chrome://version” na barra de endereços.

O Google, até o momento, não comentou sobre o novo problema, nem tampouco quando espera consertar o problema e permitir a atualização para a nova versão.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!