A viagem do bilionário Richard Branson ao espaço na manhã deste domingo (11) marcou não só o início de uma nova era na exploração espacial, abrindo as portas para um mercado turístico bilionário, como também estabeleceu um novo recorde: o maior número de humanos simultaneamente no espaço.

No ápice de sua trajetória, a 86,1 km de altitude, os ocupantes da VSS Unity experimentaram “gravidade zero” e se juntaram a uma lista de astronautas dos EUA, Europa, Rússia e China atualmente em órbita. Durante quatro minutos, tivemos nada menos do que dezesseis pessoas no espaço.

publicidade

Leia mais:

Entre eles temos Mark Vande Hei (EUA), Pyotr Dubrov e Oleg Novitskiy (ambos da Rússia), que chegaram à Estação Espacial Internacional (ISS) em março deste ano a bordo da Soyuz MS-18. Shane Kimbrough e Megan McArthur (EUA), Akihiko Hoshide (Japão) e Thomas Pesquet (França) chegaram no final de abril durante a missão Crew-2 da SpaceX.

publicidade

Além deles temos três “taikonautas” chineses na missão Shenzou 12 que ocupam atualmente o módulo central (Tianhe) da futura estação espacial Tiangong. São eles: Nie Haisheng, Liu Boming e Tang Hongbo. Eles ficarão três meses em órbita, instalando equipamentos e testando os sistemas da estação, em preparação para missões futuras.

Por fim, tivemos os tripulantes da Unity 22: Richard Branson, fundador do grupo Virgin, Sirisha Bandla, Colin Bennett e Beth Moses, que foram conduzidos ao espaço pelos pilotos David Mackay e Michael Masucci.

publicidade
As 16 pessoas no espaço na manhã deste domingo. De cima para baixo: as tripulações da Soyuz MS-18, Shenzou 12, Crew-2 e Unity 22. Imagem: Fun Visual School / Reddit

Em abril deste ano a ISS chegou à “lotação máxima” de 11 tripulantes, com três espaçonaves acopladas à sua estrutura: a Resillience, cápsula da missão Crew-1 que decolou em novembro de 202, a Soyuz-MS18, que chegou em 9 de abril e a Endeavour com a Crew-2.

O próximo voo espacial tripulado está programado para a próxima terça-feira, 20 de julho, quando Jeff Bezos, Mark Bezos, Wally Funk e um quarto tripulante ainda não identificado irão ao espaço a bordo de um foguete New Shepard, da Blue Origin. Entretanto, este voo não irá superar a marca atingida durante o voo da Unity.

publicidade

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!