Nesta terça-feira (13), o Instituto Butantan recebeu  uma remessa de 12 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) para produção de doses de vacina CoronaVac contra o vírus da Covid-19.

A remessa é a maior até agora de matéria-prima vinda da China, além de ser suficiente para o envase de 20 milhões de doses do imunizante. O lote saiu de Pequim no último domingo (11), fez escalada na Suíça, e chegou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, às 4h30 de hoje.

publicidade

Leia mais!

Ademais, a preparação das vacinas para aplicação pelo Programa Nacional de Imunizações deve ser feita em um período de 15 a 20 dias. Com isso, o imunizante será disponibilizado para aplicação em todo o país.

O Butantan já forneceu 53,1 milhões de doses da vacina elaborada em parceria com o laboratório chinês Sinovac. O instituto assinou dois contratos com o Ministério da Saúde para o fornecimento de 100 milhões de doses do imunizante até o final de agosto.

Fonte: Agência Brasil

Mais 4 milhões de doses da vacina AstraZeneca foram entregues pela Fiocruz 

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) entregou na sexta-feira (9) mais 4 milhões de doses da vacina AstraZeneca, produzida em parceria com a Universidade de Oxford, ao Ministério da Saúde.

De acordo com a Agência Brasil, com esse lote, a fundação se aproxima da marca de 70 milhões de doses entregues, com 69,9 milhões ao todo. Desse total, 4 milhões foram importadas prontas do Instituto Serum, na Índia, e as demais foram produzidas por Bio-Manguinhos.

Das doses entregues hoje, 212 mil ficarão para o estado do Rio de Janeiro, e as outras devem seguir para São Paulo, de onde serão distribuídas para as demais unidades da Federação.

Para saber mais, confira a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!