O Facebook parece ter desistido de sua iniciativa de internet via satélite, mas isso não significa que o projeto não vai acontecer. De acordo com o The Information, a Amazon contratou toda a equipe que trabalhava no programa da rede social.

Os funcionários vindos do Facebook estão agora trabalhando em Los Angeles e incluem, além de físicos, engenheiros ópticos, de prototipagem, mecânicos e de software. No total mais de 500 pessoas integram o Projeto Kuiper, da Amazon. Ainda não está claro quantas dessas vieram da rede social.

publicidade

Amazon e a internet via satélite

O ex-chefe de conectividade do Facebook, Jin Bains, agora está listado como diretor do Projeto Kuiper em sua página do Linkedin. O programa da Amazon prevê investimentos de mais de US$ 10 bilhões para fornecer internet de banda larga de alta velocidade e baixa latência para usuários em todo o mundo, concorrendo com o projeto Starlink da SpaceX.

Leia também:

A Amazon pretende ter uma série de 3.236 satélites de internet em órbita até 2029, com metade dela lançada até o ano de 2026. Aqui na Terra, outras 12 estações devem ser instaladas para conversarem com a rede espacial.

Já o Facebook parece que realmente está saindo do negócio de internet via satélite. A companhia até lançou recentemente o satélite “Athena” por meio de sua subsidiária PointView Tech. No entanto, isso foi apenas um teste e a ida da equipe para a Amazon parece ter realmente enterrado o projeto da rede social.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!