Uma boa notícia para os consumidores! Agora, as pessoas terão outra opção de compra online ao lado dos métodos de pagamento usuais, pois o Facebook Pay se expandirá para outras plataformas da empresa.

Isso acontece um pouco depois das empresas de cartão de crédito abandonaram seu projeto de criptomoeda. Com isso, o Facebook lançou seu sistema de pagamentos para uso no site principal, bem como no WhatsApp e no Instagram.

publicidade
facebook
O Facebook Pay está chegando às compras online

Portanto, assim como os cartões armazenados do Google, integrações PayPal, Amazon Pay e outros, o Facebook Pay está se abrindo para uso em transações com os varejistas.

A novidade é uma maneira mais fácil para os varejistas serem pagos com os cartões que os clientes já armazenaram em seus perfis do Facebook, além de ser também uma maneira de inserir ainda mais dados na rede social.

As ações realizadas com o Facebook Pay podem ser usadas para fins como fornecer conteúdo e anúncios mais relevantes, fornecer suporte ao cliente e promover segurança e integridade. Por exemplo, se você comprar uma luva de beisebol no Facebook Marketplace, poderá ver um anúncio de um taco de beisebol.

Os números do cartão e da conta bancária fornecidos não serão usados ​​para personalizar a experiência ou informar os anúncios.

Leia mais:

Fonte: The Verge

Facebook ainda existe?

O Facebook possui milhares de usuários, inclusive mais do que qualquer outra plataforma de mídia social, só que isso não significa que seja necessariamente a mais popular. Até porque o TikTok e Instagram concentram boa parte do sucesso, não é?

Por isso, o Instagram está testando uma sinopse no topo dos feeds dos usuários que os lembra de recursos que estão disponíveis apenas no Facebook. 

Por exemplo, “como encontrar um emprego, namorar online, comprar e vender produtos ou ficar em dia com as últimas notícias”, de acordo com o comunicado do representante do Facebook.

No momento, a iniciativa é apenas um pequeno teste envolvendo poucos usuários e a mensagem pode ser removida. Porém, ainda é uma coisa intrigante ver a maior rede social do mundo se anunciando essencialmente em uma de suas propriedades menores.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!