Um Corsa foi capaz de superar uma Ferrari 488 Pista em um desafio de velocidade realizada pelo canal de YouTube Driven. Tal proeza foi garantida (veja no vídeo abaixo) após o veículo popular da Chevrolet passar por uma série de modificações, que proporcionaram uma potência 1.216 cv gerada por dois motores turbo 2.0 16v DOHC da Vauxhall.

O “Corsinha turbinado” possui um câmbio de seis velocidades, 132 kgfm de torque e tração tanto dianteira, quanto traseira ou, ainda, integral. Extremamente modificado, o modelo pesa 1.250 kg – pouco mais de 200 kg em comparação ao automóvel original.

publicidade

Já a perdedora Ferrari, avaliada em R$ 2,4 milhões, conta com um motor 3.8 V8 biturbo e 720 cv potência para movimentar os 1.280 kg de peso. Fora o design e glamour da marca italiana, o superesportivo tem uma caixa de câmbio paddle-shift de dupla embreagem com sete marchas.

No primeiro desafio de arrancada de 400 metros (o famoso “quarto de milha”), o embate foi acirrado. Apesar de largar com ampla vantagem, o Chevrolet foi alcançado pelo superesportivo. A Ferrari percorreu o trajeto em 11s contra 11,9s do Corsa Turbo.

Em um segundo “combate”, foi realizado uma largada lançada, a 64 km/h – para compensar a ausência de auxílios e a falta de preparo mecânico de rodas e pneus do carro popular. Ousado demais, o “Corsinha” empatou o jogo ao cravar 7,2s nos 400 metros e ficou 0,3s a frente do modelo italiano.

Por fim, ainda houve um “desempate” via “teste do alce”, quando o veículo é conduzido em alta velocidade com manobras repentinas para a direita e a esquerda. No entanto, o resultado não importava, pois o dia já estava feito e o mecânico inglês Adam Beard, proprietário do Corsa, já estava orgulhoso o suficiente.

A história do “Corsa Turbo”

O Chevrolet Corsa campeão é uma criação de Beard, que comprou o modelo há dez anos por cerca de R$ 1.300 (na cotação da época). Autodidata, Beard afirmou que desenvolveu todos os mecanismos do carro por conta própria, enquanto pagava suas contas trabalhando como limpador de vidraças.

Ao longo de uma década, o inglês gastou cerca de R$ 360 mil para turbinar o veículo. Mais detalhes da história do desenvolvimento do Corsa Turbo pode ser conferida no vídeo acima!

Leia mais:

Fontes: Drive e Twin Engine Corsa

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!