O canal de notícias CNN comunicou nesta segunda-feira que vai lançar a própria plataforma de streaming no primeiro trimestre do próximo ano. O serviço foi batizado de CNN+, e a emissora já começou a contratar funcionários para desenvolver novos programas.

De acordo com a CNN, a plataforma vai funcionar junto aos canais já existentes, e vai manter entre oito e doze horas de programação ao vivo diariamente, com notícias, séries originais e arquivos da rede.

publicidade

Mesmo com a novidade, a CNN não vai abrir mão dos lucros de mais de 1 bilhão de dólares, vindos principalmente das taxas de assinantes de TV a cabo e publicidade.

A plataforma de streaming é uma atividade paralela, para atender os assinantes que desejam programação adicional e também conquistar novos clientes que não têm vínculo com TVs a cabo.

Os preços das assinaturas ainda não foram informados, e por enquanto a CNN+ vai ser restrita aos Estados Unidos. Mas ela deve ser expandida para outros países em seguida.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!