Os antigos filmes futuristas criaram uma ilusão de que, a essa altura, teríamos carros voadores passando por aí. Os que existem, ainda são protótipos. Mas, caso cheguem a ser popularizados, um estudo afirma que os automóveis voadores vão custar tão caro quanto modelos top de linha da Ferrari.

A pesquisa foi feita no Reino Unido, pelo Pentagon Motor Group. Os estudiosos analisaram os números e descobriram que o custo de produção de um carro voador pode chegar a, precisamente, US$ 686.455,43, ou R$ 3.561.468,06, na conversão direta, usando a cotação do dólar nesta quarta-feira (21), a R$ 5,19.

publicidade

Leia mais:

O valor é maior do que o preço da Ferrari SF90Stradale, vendida a US$ 625 mil lá fora. O que seria convertido, diretamente, em R$ 3.242.625 (mas o carro de luxo é vendido no Brasil pela bagatela de R$ 6,9 milhões, mais que o dobro do valor convertido).

“Embora o custo estimado de um carro voador não seja realista para a maioria, vale lembrar que este é atualmente um produto de luxo e que a tecnologia está em sua infância”, explicou Shakeel Hussain, chefe de marketing do Pentagon Motor Group, em entrevista à Fox Business.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me

Hussain, porém, lembrou que o custo dos primeiros carros elétricos começou alto e, lentamente, se tornou mais acessível e amplamente disponível. Ele ainda acrescentou que os carros voadores atualmente em produção têm recursos de ponta, como asas retráteis, alcance de quase mil quilômetros e motores a jato, por exemplo. Coisas bem caras.

“Não é nenhuma surpresa que seja avaliado com um preço alto, no entanto, aos olhos de um milionário ou bilionário, o custo não é astronômico, traçando paralelos com supercarros exclusivos, como o SF90 Stradale”, emendou o chefe de marketing.

https://www.youtube.com/watch?v=C_N5BanpDC4

Assim, ele acredita que quando esse tipo de veículo passar a ser comercializado, eles compartilharão os proprietários dos supercarros atuais. Até porque não é só o preço a se pagar pelo automóvel aéreo. Há ainda outros custos.

Uma licença de voo nos Estados Unidos, por exemplo, custa cerca de US$ 37 mil (mais de R$ 190 mil). O seguro seria algo em torno de US$ 17 mil (quase R$ 90 mil) e outros US$ 14 mil (R$ 72,6 mil) para bancar estacionamento, além de US$ 800 em combustível (R$ 4,1 mil). Isso tudo é mais US$ 69 mil (R$ 356 mil) no primeiro ano, de acordo com o grupo de pesquisa.

O PAL-V é um dos carros elétricos em desenvolvimento. Imagem: Divulgação

“Como as pesquisas por ‘carros voadores’ aumentaram 125% desde esta época do ano passado, o Pentagon Motor Group analisou o custo médio de vendas de carros voadores que estão atualmente em produção”, disse a empresa em um comunicado. O grupo examinou os modelos AeroMobil, PAL-V, Aska, Moller Skycar 400, Terrafugia e o SkyDrive.

Via: Fox Business

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=OEde3M7ELCk