Os preços dos planos da Netflix no Brasil vão aumentar a partir desta quinta-feira (22). Os reajustes na plataforma de streaming chegam dois anos depois da última vez em que o serviço subiu os preços no país, em março de 2019. Agora, as assinaturas vão custar a partir de R$ 25,90, para o plano básico, até R$ 55,90, no plano premium.

A Netflix argumentou, em nota oficial, que o aumento no valor do serviço acontece para oferecer uma melhor experiência para os usuários. A empresa também acrescentou a ampliação do catálogo de séries e filmes originais da plataforma, tanto feitas no Brasil como no exterior. Além disso, a companhia deve investir no setor de games, com jogos relacionados a títulos originais, como ‘Stranger Things‘.

publicidade

Leia mais:

“Sabemos que os assinantes nunca tiveram tantas opções quando se trata de entretenimento – e estamos mais comprometidos do que nunca em oferecer uma experiência que além de atender, supere as expectativas deles”, diz ainda o comunicado da plataforma de streaming.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me

Vale ressaltar que o aumento é tanto para quem já era assinante quanto para aqueles com contas antigas. Os que já contavam com o serviço de streaming serão comunicados sobre os novos valores dentro dos próximos 30 dias. Em um período de mais 30 dias, esses clientes poderão decidir alterar os planos ou cancelar o serviço. A data exata, porém, depende da data de faturamento de cada um.

stranger things game

Plataforma terá jogo de ‘Stranger Things’. Imagem: BonusXP/Divulgação

Confira a nova tabela de preços da Netflix:

  • Plano básico – 1 tela: R$ 25,90 (acréscimo de R$ 4)
  • Plano padrão – 2 telas, Full HD: R$ 39,90 (acréscimo de R$ 7)
  • Plano premium – 4 telas, Ultra HD, HDR, Dolby Atmos: R$ 55,90 (acréscimo de R$ 10)

O anúncio do aumento chega após a Netflix enviar aos acionistas um comunicado falando sobre o segundo semestre de 2021. Na carta, mesmo com bons números de receita e crescimento, a plataforma ficou aquém do desejado e culpou a pandemia da Covid-19.

Via: Splash

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!