O CEO da Tesla, Elon Musk, afirmou durante a conferência de criptomoedas B Word que a montadora “provavelmente” voltará a aceitar pagamentos com bitcoins. A empresa, que integrou a opção de pagamento em março deste ano, retirou o modo dois meses depois, segundo Musk, devido ao impacto ambiental e por querer analisar com “um pouco mais de diligência” as tendências de energia renovável.

De acordo com informações da Reuters, o empresário, também fundador e CEO da SpaceX, espera ver ao menos 50% de energia renovável sendo usada na mineração de criptomoedas para, assim, ter certeza do seu crescimento e poder investir com mais segurança e tranquilidade na moeda digital.

publicidade

O CEO também fez uma observação sobre a existência de um conflito para a Tesla que não pode focar em acelerar a energia sustentável e também apoiar o grande uso de energia associado ao bitcoin. A mineração de criptomoeda vem na maior parte dos chineses, que dependem do carvão para acelerar o processo. No entanto, o processo não é muito favorável ao clima, já que consome muita energia.

Quando a opção de pagamento por bitcoins foi retirada da Tesla, Musk também fez o alerta sobre as divergências a partir de um tweet. “Para ser claro, eu acredito fortemente na criptografia, mas ela não pode levar a um aumento maciço no uso de combustível fóssil, especialmente carvão”, escreveu o executivo.

A conferência B Word era muito esperada por investidores e interessados em criptomoedas, já que o encontro chave do evento era a discussão do tema entre Elon Musk e o CEO do Twitter, Jack Dorsey. A expectativa, inclusive, fez com que o bitcon retomasse o patamar de US$ 30 mil, se mantendo assim também após o evento.

Leia mais!

Musk também afirmou ter “três ativos importantes” no mercado de criptos: bitcoin, Ether (Ethereum) e Dogecoin. A SpaceX, sua empresa voltada para o turismo espacial, também investe em bitcoins, mas o executivo não divulgou quanto a companhia tem na criptomoeda.

Também não foram divulgadas informações a respeito de compras finalizadas com bitcoins na Tesla e nem uma previsão de quando a montadora voltará a aceitar a moeda digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!