A internet está cheia de predadores sexuais que buscam formas de atraírem adolescentes. Uma nova tática que está sendo usada é um “treinamento” de anorexia, que consiste basicamente em prometer para as vítimas uma forma de perder peso rapidamente.

Os criminosos costumam ser homens de meia-idade que se aproximam das vítimas que estão buscando na internet maneiras de perder peso. A adolescência é um período em que isso mais acontece e os manipuladores se aproveitam para agir, após terem estudado formas de induzir ao próprio vomito.

publicidade

Os “treinadores” de anorexia são conhecidos nas redes sociais como “anacoaches”. Esses predadores sexuais usam canais como Twitter, Instagram, TikTok e outros para encontrarem adolescentes que estão relatando tentativas frustradas de perderem peso.

Uma vantagem que eles possuem é o fato de jovens com distúrbios alimentares terem maior probabilidade de se isolarem socialmente e desenvolverem problemas de saúde mental. Isso torna as vítimas mais vulneráveis a caírem nesses golpes.

Predadores sexuais buscam adolescentes

Uma pesquisa feita pelo monitor de tráfico de pessoas CKM revelou que esses golpistas levam as vítimas para abusos como pedofilia, prostituição forçada e até mesmo tráfico de pessoas. Os “anacoaches” também costumam ser bem diretos em suas abordagens com mensagens como “eu vou te ajudar, mas você vai ter que mandar fotos suas nuas” ou “eu vou te ajudar, mas você vai ter que fazer sexo comigo”.

Essas práticas dos predadores sexuais ganharam mais força recentemente, com a popularização do TikTok e a presença principalmente de adolescentes na plataforma. Atualmente, a rede social não exibe mais resultados de buscas por transtornos alimentares, quem procura esse tipo de informação no site chinês é direcionado para a página de uma ONG.

“Quando um usuário pesquisa termos relacionados a transtornos alimentares, não retornamos resultados e, em vez disso, os encaminhamos para a Butterfly Foundation e fornecemos conselhos úteis e apropriados. Também introduzimos anúncios de serviço público permanentes em hashtags relacionadas para ajudar a fornecer suporte para nossa comunidade”, disse o porta-voz do TikTok ao TNW.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!