A SpaceX celebrou a entrega do centésimo motor Raptor, montado pela empresa dentro de sua estrutura de fábrica em Hawthorne, região sudoeste da Califórnia. A companhia compartilhou foto com a equipe e o motor em seu perfil oficial no Twitter, com a legenda apenas ressaltando a conquista.

A empresa de Elon Musk começou a desenvolver os motores de propulsão Raptor em 2012, e hoje há duas versões: uma com um “bocal” estendido, a fim de gerar mais impulso em ambientes de vácuo (Raptor Vacuum, ou simplesmente “RVac”) e outra com um bocal mais tradicional, para propulsão na atmosfera terrestre (Raptor 2).

publicidade

Leia também

Em ambos os casos, os propulsores Raptor são acoplados à nave espacial Starship e ao foguete Super Heavy, no intuito de gerar aceleração durante o lançamento dos veículos em direção ao espaço.

Em aproximadamente 15 meses após seus testes iniciais, três motores Raptor colaboraram para o sucesso do lançamento da Starship SN8, com um deles atingindo sólida queima durante quatro minutos até o seu apogeu. Entretanto, os Raptors só teriam a consagração completa após ajudarem no pouso da Starship SN15 — justamente o ponto onde o protótipo SN8 havia falhado.

Desde o sucesso da SN15 em maio deste ano, a SpaceX já produziu cerca de 35 novos motores Raptor como parte de seu próprio programa de aceleração na entrega de componentes de voo. O intuito é assegurar volume de peças em estoque para servir aos dois voos orbitais de teste da Starship — em ambos os casos, o veículo precisará de 35 motores acoplados.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!