Cientistas analisaram os sinais vitais da Terra e chegaram a uma triste conclusão: o planeta caminha para uma fase terminal. De 31 métricas que avaliam a saúde ecológica da Terra, 18 mostraram resultados insatisfatórios.

Entre as principais preocupações dos cientistas estão os níveis atmosféricos elevados de metano e dióxido de carbono, que atingiram um índice recorde. Aliado a isso, o gelo do Ártico e as geleiras estão no nível mais baixo de todos os tempos. Ah, e não para por aí: o nível do mar e as temperaturas oceânicas nunca estiveram tão altos.

publicidade

O aumento do desmatamento da Amazônia registrado nos últimos anos também consta no relatório, com danos visíveis que já estão causando inúmeras mudanças climáticas. As consequências disso, junto com o aquecimento global, são apontados como as maiores causas da atual crise hídrica brasileira e das chuvas torrenciais na Europa.

Para tentar reverter esse quadro preocupante, é mais que necessário adotar tecnologias de energia limpa, como a eólica e a solar. Se a superexploração dos recursos do planeta continuar, o nosso futuro corre cada vez mais perigo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!