Nesta quarta-feira (28), o aplicativo de aprendizado de idiomas Duolingo fez sua oferta inicial pública (IPO, na sigla em inglês) na bolsa norte-americana Nasdaq. A empresa foi avaliada em US$ 6,5 bilhões após suas ações disparem 40%.

Em nota, a empresa afirmou que espera operar com ainda mais foco e intensidade e continuar a sustentar seus valores centrais: se concentrar no desenvolvimento do produto e garantir que “aprender com a plataforma seja sempre divertido, eficaz e acessível para todos”.

publicidade
Ações do Duolingo disparam em 40% após estreia na Nasdaq. Imagem: Shutterstock

As ações do Duolingo estavam sendo vendidas a US$ 141,4, superando os US$ 102 esperados para o IPO. Durante as vendas de papéis na estreia, a empresa faturou cerca de US$ 521 milhões, algo em torno de 5,1 milhões de ações.

A expectativa da empresa é que, com o capital aberto, ela tenha recursos e visibilidade suficientes para continuar a expandir seu quadro de colaboradores, contratando “os melhores talentos do planeta”, e aumentar também o negócio em si.

O Duolingo é considerada uma das maiores plataformas de aprendizado de idiomas do mundo, com 95 cursos em 40 idiomas distintos. O mercado principal que mais consome o aplicativo é os Estados Unidos, seguido pelo Brasil.

Leia também!

Dos usuários brasileiros, 61% utiliza o app para aprender inglês e, desses, 33% o utiliza para estudos, 15,8% para o trabalho e 12,6% com foco em viagens.

Além do aplicativo principal, a companhia possui o Duolingo English Test, uma plataforma para que usuários obtenham uma certificação do idioma que é aceita em mais de 2 mil universidades de todo o mundo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!