Um novo e enorme vazamento de dados pode ter comprometido documentos, como RGs, CPFs e carteiras de habilitação de um total de 227 milhões de usuários nacionais.

Dois cibercriminosos, identificados como “YZK” e “Sr_Siriguejo”, colocaram os dados à venda em um fórum, com uma amostra com informações de 2 milhões e meio de pessoas.

publicidade

O vazamento foi divulgado pela empresa de cibersegurança Syhunt, que apontou que além dos nomes das mães, os dados hackeados incluem nome, data de nascimento, gênero, endereço residencial completo e se a pessoa está viva ou não.

Segundo a empresa de segurança, muitas dessas informações já estavam presentes em vazamentos anteriores, com a exceção dos nomes das mães. O conteúdo é usado principalmente em etapas de validação de serviços online.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!