Um estudo realizado pela Flinders University e publicado em Sleep Medicine apontou que o trabalho em casa (home office) imposto pela pandemia da Covid-19 melhorou o sono de pais e bebês, já que passaram a dormir mais durante a noite e, como consequência, tiveram menos sonolência diurna.

No entanto, apesar do ponto positivo para o sono familiar, a pesquisa, que incluiu 1.518 crianças americanas com idades entre 1 e 18 meses e mediu mudanças nos bebês e em seus pais durante os confinamentos dos Estados Unidos, identificou também pontos negativos, como mais tempo de televisão ou celular para as crianças e leves sintomas de depressão nos pais.

publicidade
Pandemia: home office melhorou o sono de pais e bebês, mas trouxe depressão e exposição exagerada à conteúdos digitais. Imagem: Shutterstock

De acordo com o Medical Xpress, o grupo de pesquisadores usaram dados de 2019 e 2020 – quando iniciou a pandemia – para fins de comparação. Também foi usada tecnologia avançada de vídeo sonografia, bem como questionários on-line para os pais. O resultado apontou que bebês tiveram mais 40 minutos de sono medido por noite, porém, os mais velhos tiveram 18 minutos adicionais de tempo de exposição à mídia digital por dia. Os pais relataram menos sonolência diurna, mas mais sintomas que indicaram leve depressão.

Para o pesquisador da Flinders University, Dr. Michal Kahn, o estudo faz um alerta para a conscientização do controle dos pais à exposição dos filhos a conteúdos digitais e também indica a importância da atenção dos pais e prioridade em cuidar da própria saúde mental.

Leia mais!

“Aplicar estratégias de redução de danos, como encorajar os pais a escolherem conteúdo de mídia digital adequado, incorporar movimento ao usar telas e priorizar horários sem tela pode ser uma abordagem pragmática apropriada”, explicou o especialista. “Da mesma forma, medidas eficazes para acessar apoio psicológico e programas de tratamento podem ajudar a mitigar os efeitos das restrições de vida sobre os sintomas depressivos dos pais – principalmente no caso de novas ondas de Covid-19 ou futuras pandemias.”

Contudo, o benefício na melhora do sono é algo essencial, já que dele dependem coisas que resultam em outras melhorias, como o funcionamento da mente durante o dia e a redução do estresse – para os pais e bebês.

“A extensão de algumas dessas condições, como permitir que os pais trabalhem em casa, deve ser considerada nos esforços para melhorar o bem-estar dos pais e bebês em sua transição para tempos pós pandemia”, concluiu a pesquisa.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!