Mais e mais veículos eletrificados chegam no Brasil, e agora é a vez da Fiat se instalar. A marca italiana lançou no País o 500e, seu primeiro carro 100% elétrico. O hatch tem autonomia para rodar 320 km e suporte a recarga em tomadas convencionais de 110v ou 220v. No entanto, o preço pode parecer salgado para o bolso do consumidor nacional: a versão topo de linha, chamada de Icon, traz todos os equipamentos disponíveis e é a única a desembarcar por aqui, pelo preço de R$ 239.990.

Segundo a montadora, o novo 500 tem alcance declarado de 320 km, porém pode chegar até 460 km, a depender a forma de condução e uso. E mais: o custo por carga completa da bateria fica em torno de R$ 35 – valor, evidentemente, que varia conforme a localidade e a tarifa cobrada na energia, mas é o custo médio no Brasil. Com base nos dados, a marca afirma que o consumo no Fiat elétrico é equivalente a surpreendentes 62 km/l.

publicidade
Novo Fiat 500e elétrico. Imagem: Fiat/Divulgação
Novo Fiat 500e elétrico. Imagem: Fiat/Divulgação

Ao mesmo tempo, a marca destacou a facilidade da recarga do 500e, que contará com uma malha de carregadores nos grandes centros do País. Junto com o lançamento do modelo, a Fiat estabeleceu parceria com a rede Estapar para oferecer 250 pontos de recarga gratuitos em 23 cidades de 10 estados brasileiros, além das concessionárias oficiais que terão estações com token preparados para “abastecer”.

Dentre outros destaques da bateria do veículo está a frenagem regenerativa, o que garante recarga de energia pelo próprio veículo em trânsito. Vale ressaltar que o motor elétrico ultrasilencioso tem 87 kW, o que equivale a um motor a combustível com 118 cavalos de potência a 4.200 RPM.

Fiat 500e é lançado no Brasil em versão única por R$ 239.990. Imagem: Divulgação
Fiat 500e é lançado no Brasil em versão única por R$ 239.990. Imagem: Divulgação

De acordo com a Fiat, o 500e demora apenas nove segundos para atingir de zero a 100 km/h, e possui retomada de 60km/h a 100km/h em 4,8 segundos. A bateria do hatch tem garantia de oito anos ou 160 mil km (bem, o que vier primeiro). A marca não divulgou informações sobre a vida útil do produto e nem o valor de substituição do equipamento após o período máximo de utilização.

Fiat 500e suporta carregadores rápidos e tomadas comuns

Há duas formas de carregar o Fiat 500e: a primeira é utilizando o cabo padrão incluído no carro, com seis metros de comprimento e que se conecta à uma tomada brasileira convencional de três pinos em 110v ou 220v – uma grande vantagem, uma vez que diversos elétricos exigem carregadores próprios. Nessa modalidade, a recarga 100% leva aproximadamente, 24 horas.

Fiat 500e suporta carregadores rápidos e tomadas comuns. Imagem: Divulgação

Uma segunda maneira é fazer uso da recarga rápida através de carregadores Wallbox com plugue europeu. O compacto suporta até 85 kW de energia e, com essa quantia, cinco minutos conectados garantem autonomia para 50 quilômetros na cidade. Caso optar por 35 minutos, a bateria chega a 80%. E não se preocupe: a Fiat garante que o carregamento, tanto o veloz quanto o lento, não interferem na vida útil da bateria.

Conectividade

E quanto à conexão e internet? Graças a uma parceria com a TIM, o Fiat 500e conta com a plataforma Connect Me (a mesma da nova Toro 2022, diga-se de passagem) que garante atualizações remotas, alertas de manutenção e controle remoto do carro através da Amazon Alexa ou de um aplicativo para smartphone.

Ainda é possível contratar um pacote de dados para habilitar Wi-Fi veicular e a gestão de qualquer aspecto do elétrico pode ser feita a partir da central multimídia de 10,25 polegadas – que possui um sistema de mapas inteligentes da Tomtom, capaz de estimar se a autonomia da bateria é suficiente para a chegada no destino indicado. O display também permite o espelhamento sem fio de smartphones através do Apple CarPlay ou Android Auto, além da conectividade Bluetooth, USB e rádio AM/FM.

Interior do Fiat 500e elétrico. Imagem: Fiat/Divulgação

Fiat 500e: preço e disponibilidade

Disponível nas cores cinza fosco, verde, branco e preto, o Fiat 500e será vendido por R$ 239,9 mil. A pré-venda do elétrico começou nesta quarta-feira (4) e, conforme a marca, os 20 primeiros compradores levarão um carregador Wallbox da WEG.

Ao longo da última década, a Fiat vendeu mais de 40 mil unidades do “Cinquecento” no Brasil. Para a versão elétrica do modelo, no entanto, a comercialização estará restrita a apenas 10 concessionárias de nove cidades brasileiras – duas delas em São Paulo. Por ora, não há planos para expandir para outros locais, todavia a montadora espera vender 120 unidades no mercado nacional até o fim de 2021.

Fiat lança o 500e, versão elétrica do compacto que chega por R$ 239.990. Imagem: Fiat/Divulgação

Leia mais:

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!