A Samsung finalmente mostrou nesta quarta-feira (11) os fones TWS Galaxy Buds 2, prometendo melhor aprimoramento de som e chamada por meio de inteligência artificial, transição fluida entre streaming e ligações, cancelamento ativo de ruído (ANC) mais seletivo e quatro opções de cor.

O anúncio dos fones vem em conjunto com outros aparelhos, como forma de aumentar o volume do “Ecossistema Galaxy” que a fabricante sul-coreana vem promovendo há alguns anos, e traz a característica hiperconectividade entre aparelhos Galaxy que já conhecemos.

publicidade

A seguir, você vê os detalhes do Galaxy Buds 2:

Leia também

Imagem mostra as quatro cores distintas do Galaxy Buds 2, sendo, da direita para a esquerda, o grafite, a branca, a verde-oliva e a lavanda
Visual reformulado e quatro cores distintas introduzem o novo Galaxy Buds 2, fones TWS anunciados pela Samsung. Imagem: Samsung/Divulgação

Design e cores

Os Galaxy Buds 2 são, segundo a Samsung, os fones mais leves e mais ergonômicos que a empresa já lançou. Com quatro opções de cor — grafite, branco, oliva e lavanda —, os fones TWS da sul-coreana tem 21,1 x 20,9 x 17 milímetros (mm), de, respectivamente, profundidade, altura e espessura.

Embora o formato não seja muito diferente do que se vê em modelos anteriores da empresa, seu tamanho reduzido em tese permite um melhor encaixe no ouvido — o que já era um ponto bastante elogiado da Samsung em produtos similares lançados no passado. Pense nele como um visual mais próximo da primeira geração do produto, e diferenciado em relação aos mais recentes. A Samsung promete que, aqui, o encaixe não perde a sua firmeza, e não há sacrifício do conforto.

O case dos fones também está com um aspecto mais quadrado, mas mantendo os cantos levemente arredondados – um misto entre a primeira geração e modelos mais atuais, se preferir.

Hardware

Internamente, os Galaxy Buds 2 são bem simples de se entender: são três microfones direcionados onde é feita a captura da voz e outros estímulos externos, além de dois alto-falantes bidirecionais.

No que tange à bateria, são 61 miliampere-hora (mAh) para os fones, mais 472 mAh para o case de recarga. Com isso, os Galaxy Buds 2 prometem cinco a sete horas e meia de reprodução (sem o case, com o cancelamento de ruídos ativado ou não, respectivamente) ou 20 a 29 horas (com o case e com o cancelamento de ruídos ativado ou não, respectivamente).

Já para a capacidade de conversação, o Galaxy Buds 2 traz entre três horas e meia e 13 horas (sem e com o case, mas cancelamento de ruído acionado) ou 14 horas (com o case e o cancelamento de ruídos desligado).

A Samsung instalou uma tecnologia de recarga rápida que permite até uma hora de reprodução de streaming (sem o ANC) com apenas cinco minutos de energia. Essa tecnologia também vem no case, que conta com o conhecido recurso de recarga Qi.

Imagem mostra uma mão de mulher segurando um case aberto onde, dentro, podemos ver os fones Galaxy Buds 2
O case e os fones prometem duração prolongada de bateria, com capacidade de recarga rápida a ponto de garantir 60 minutos de reprodução de música com apenas cinco minutos de recarga. Imagem: Samsung/Divulgação

Recursos

O carro chefe da Samsung para o Galaxy Buds 2 é, sem dúvida, o seu cancelamento ativo de ruído. A fabricante afirma ter investido boa parte de sua tecnologia em tornar o recurso mais seletivo, permitindo que você tenha diversos graus de bloqueio de sons externos. Isso não é bem uma novidade — outras empresas do ramo já fazem isso — mas é bom saber que você não está limitado entre “bloqueio completo” ou “permitir tudo”.

Isso porque sons ambientes ainda podem interessar a você quando, por exemplo, for atravessar uma rua movimentada: o bloqueamento completo consegue abafar até mesmo os sons de motores distantes, mas na rua isso pode não ser muito seguro.

Os novos fones TWS da Samsung também contam com tecnologia de machine learning para ajustar a transição entre chamadas e reprodução de streaming, a fim de evitar interrupções abruptas ao trocá-las por uma transição mais suave.

Ah, sim: a certificação IPX2 assegura que os fones sejam resistentes à água (porém não “à prova” dela: gotas de chuva ou esguichos de água não causarão problemas, mas não tente mergulhar na piscina com eles). Não há, porém, resistência à poeira.

Finalmente, os controles de voz adotam essa mesma tecnologia de machine learning, permitindo que você, dentro do ecossistema Galaxy, possa ordenar o fone a realizar uma chamada ou enviar uma mensagem. A qualidade de áudio também é aprimorada por essa inteligência artificial, com direito a um aplicativo companheiro (companion app) para smartphones, que pode executar testes periódicos de qualidade sonora para garantir que seus fones não tenham falhas em horas cruciais, como videochamadas.

Preços e disponibilidade

A Samsung começará a vender os fones Galaxy Buds 2 no varejo a partir de 27 de agosto (em alguns mercados selecionados). O preço sugerido é de US$ 150* (R$ 781,51).

*Valores em R$ consideram apenas a conversão direta da moeda e não representam o preço do produto no mercado nacional.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!