Um ranking do site britânico ScrapCarComparison avaliou o Brasil como o quinto país mais caro do mundo para adquirir e manter um carro novo. A metodologia avaliou o custo de veículos usados em 40 países com dados públicos de impostos, custos de vida e manutenção e descobriu que o país vai mal em comparação a lugares como Rússia, Guatemala e a Costa Rica.

O ranking calculou renda média nacional e custos de carro, seguro, reparos e combustível para determinar a porcentagem do salário anual necessária na compra de um novo veículo. O preço médio calculou os valores com base no preço nacional de dois veículos: o Toyota Corolla e o Volkswagen Golf.

publicidade

De acordo com o site, um brasileiro precisa de ganhar um valor superior a 441,89% da média nacional — ou seja, mais de quatro vezes o salário médio anual. O topo do ranking fica com a Turquia, que exige nada menos que seis vezes e meia a renda média dos turcos por um ano para manter um carro.

Confira abaixo as diferenças do Brasil no ranking dos dez países mais caros do mundo para manter um carro novo:

1. Turquia 652.29% 
2. Argentina 515.77% 
3. Colombia 508.93% 
4. Uruguai443.68% 
5. Brasil 441.89% 
6. Ucrânia413.78% 
7. Guatemala 355.94% 
8. Rússia 290.04% 
9. México 285.20% 
10. Costa Rica

Austrália consta como país mais barato para manutenção de veículos

O ScrapCarComparison usou os mesmos critérios para um segundo ranking, listando quais países possuem os menores custos para manter um carro novo. Em primeiro lugar está a Austrália com 49,48%, seguida pelos Estados Unidos (54.87%) e Dinamarca (60.34%).

O mesmo site explica que países com menores salários tendem a se posicionar mais abaixo no ranking. No entanto, impostos e preço de importação da gasolina — ambos fatores que, a depender do país, variam muito — também influenciam em longo prazo.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!