Há muito tempo que o público aguarda o lançamento de ‘007 – Sem Tempo para Morrer‘, último filme com Daniel Craig como James Bond e que tem data de estreia prevista para 30 de setembro de 2021. Mesmo assim, todos já estão olhando para o futuro da franquia sobre o espião mais famoso do mundo – bem, exceto os produtores.

“Acho que estamos em negação!”, afirmou Michael G. Wilson em entrevista à revista britânica Total Film (via GamesRadar+), que foi produtor executivo e esteve presente na equipe por trás de todos os filmes de James Bond desde ‘007 contra o Foguete da Morte’ (1979).

publicidade

“É difícil pensar no futuro até que este filme tenha o seu momento”, acrescentou Barbara Broccoli, também produtora de longa data da saga de espionagem, ao conversar com a publicação para a última edição da revista (aquela com ‘Duna’ na capa). “Acho que realmente queremos comemorar isso e celebrar Daniel [Craig], e quando a poeira baixar, poderemos olhar para a paisagem e descobrir como será o futuro. Embora eu ache que uma coisa que certamente aprendemos nos últimos 18 meses é que ninguém nunca sabe o que é o futuro. Portanto, temos que sentar e pensar sobre isso.”

‘007’: James Bond não ganhará série no Prime Video, afirmam produtores. Imagem: Nicola Dove © 2020 DANJAQ, LLC AND MGM. ALL RIGHTS RESERVED.

Vale ressaltar que o próximo ano marcará o 60º aniversário da franquia de filmes ‘007’ – seis décadas desde que o ‘Satânico Dr. No’ chegou aos cinemas, em 1962. “Sessenta anos é uma corrida fantástica”, comentou Wilson, quase melancolicamente, porém preparado para outro período crucial de remodelação da marca.

Em maio, foi divulgada a notícia de que a Amazon estava negociando a compra de US$ 8,45 bilhões da MGM, responsável pelas produções da saga – que continua a ser a joia na coroa do estúdio. O acordo deve ser aprovado de forma legal até o final de 2021.

Imediatamente, os pensamentos se voltaram para o que isso poderia significar para ‘007’. “O que acontecerá se uma empresa contundente como a Amazon começar a exigir uma voz no processo?” escreveu o coescritor de ‘Skyfall’ (2012) e ‘Contra Spectre’ (2015), John Logan, em um artigo de opinião ao jornal New York Times. “O que acontece quando um grupo focado relata que não gosta de Bond bebendo martinis?”, conclui. É um ponto a ser abordado, embora a Eon Productions, onde Wilson trabalha, mantenha o controle criativo sobre todas as decisões relacionadas a Bond.

Leia mais:

Os executivos da Amazon, talvez, adorariam explorar o nome “Bond” em uma série de TV spinoff para a plataforma de streaming Prime Video, ou mesmo uma adaptação dos livros de Charlie Higson e Steve Cole – que se concentrava em um James adolescente na década de 1930. A Total Film perguntou sobre a possibilidade diretamente aos produtores e a resposta foi negativa. “Fazemos filmes para o cinema. É isso que fazemos”, declarou Broccoli, ao que Wilson acrescenta: “Já resistimos a esse chamado por 60 anos.”

007 – Sem Tempo para Morrer‘ chega aos cinemas brasileiros no dia 30 de setembro. A estreia global acontece a partir de 8 de outubro.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!