Graças à progressão amplamente desordenada das mudanças climáticas ao redor do planeta, o mundo como conhecemos vai ficar cada vez mais quente, o que não é novidade para ninguém. Por essa razão, cientistas acreditam que seja hora de realmente começarmos a nos vestir adequadamente para isso.

Segundo o site Wired, pesquisadores de várias universidades chinesas criaram o que chamam de “metafabric”: um tecido produzido com nanopartículas que refletem a maior parte da luz solar para longe do usuário, mantendo-se frio mesmo em face de calor extremo. 

publicidade

Além de fornecer uma maneira de manter as pessoas seguras em climas mais quentes, os pesquisadores esperam que seu novo material sirva como uma alternativa para o uso exagerado de aparelhos de ar condicionado, o que só está piorando as coisas do ponto de vista ambiental.

Tecido contra mudanças climáticas passou por teste em humano

Um aluno da Universidade de Zhejiang serviu de voluntário para os pesquisadores testarem o tecido, por meio de um colete metade feito de metafabric e metade de algodão. A pessoa foi deixada ao sol por uma hora. 

Quando o tempo acabou, a metade do tronco do aluno coberta pelo metafabric ficou 5ºC mais fria do que o outro lado, de acordo com o estudo, que foi publicado na revista Science. 

Eles tiveram resultados igualmente encorajadores em testes mais longos – com hardware de simulação de pele em vez de pessoas.

“Estamos consumindo uma grande quantidade de energia para resfriar nosso ambiente”, disse o autor sênior do estudo e engenheiro óptico da Universidade de Zhejiang, Yaoguang Ma, à Wired . “Se pudermos transformar esse tipo de tecido em roupas e vendê-las para as pessoas, poderemos economizar muita energia”.

Metafabric contém Teflon para refletir luz ultravioleta

Existem muitos tecidos com fator de proteção solar (SPF, na sigla em inglês). No entanto, os pesquisadores garantem que o metafabric vai um passo além do que as roupas de proteção SPF já existentes, que absorvem a luz ultravioleta para proteger a pele do usuário, mas não controlam o calor.

Experimento demonstra eficácia do tecido metafabricado contra raios ultravioletas. Imagem: Zeng et al., Science, 2021

Já o Metafabric tem os mesmos componentes refletores de luz que as roupas SPF, mas também contém Teflon para refletir a luz ultravioleta. Ao fazer isso, o metafabric é o primeiro material têxtil a usar os mesmos princípios de proteção contra o calor que as tintas que protegem o exterior de edifícios e de ônibus espaciais. “Essencialmente, é um espelho”, disse Ma ao Wired.

Segundo a publicação, o maior desafio provavelmente será fazer as roupas de metafabric decolarem – tanto em termos de encontrar espaço nas prateleiras quanto em convencer as pessoas a pagar o prêmio necessário por roupas com infusão de nanopartículas. 

No entanto, se tiver sucesso, todos nós poderemos privar o ar condicionado, na tentativa de reduzir um pouco os efeitos das mudanças climáticas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!