Em comunicado oficial (leia abaixo, na íntegra), a Amazon afirmou que quem comprou e já efetuou o pagamento de PlayStation 5 (PS5) com preço antigo, mas ainda não recebeu ou sequer teve o console enviado, irá receber reembolso da diferença em relação ao novo preço oficial sugerido pela Sony – reduzido recentemente devido a corte no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de jogos eletrônicos.

Não é a primeira vez que a empresa toma essa decisão, visto que também optou por devolver a diferença de valor na época da pré-venda do PS5 – antes do lançamento oficial, o hardware passou de R$ 5.100 para R$ 4.699. Caso os compradores tenham alguma dúvida se a compra é enquadrada ou não no programa de reembolso devido à nova queda de valores para R$ 4.399, a gigante do e-commerce pede para que o consumidor entre em contato com o suporte através do canal “Fale Conosco”.

publicidade
playstation 5 ps5
Amazon reembolsará diferença de quem comprou PS5 no preço antigo e não recebeu. Imagem: Kerde Severin/Pexels

A Amazon diz o seguinte no comunicado oficial: 

“Como você já sabe, o governo federal anunciou a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e, por isso, o preço do PS5 diminuiu. A Amazon fará o reembolso da diferença de preço para os clientes que compraram o console e ainda não tiveram o produto enviado. Caso sua audiência tenha dúvidas se se encaixa nessa situação, pedimos que você, por favor, o direcione para o “Fale Conosco” da Amazon Brasil.

Gostaríamos de ressaltar que, como a alteração de preço ocorreu antes do envio do item, os clientes elegíveis serão reembolsados pela diferença de preço após o item ser enviado, dependendo da forma pagamento usada no momento da compra.”

Apesar dos preços do Xbox Series S e X também terem passado por reajuste, até o momento não há um posicionamento da empresa sobre se a mesma prática será aplicada aos consoles da Microsoft.

PS5 mais barato graças à redução de IPI

De acordo com a Secretaria Geral da Presidência da República, a nova redução de imposto pelo governo tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento do segmento no País. Conforme a publicação do decreto, os cortes tarifários foram os seguintes:

  • Consoles: de 30% para 20%
  • Acessórios: de 22% para 12%
  • Videogames com tela incorporada: de 6% para 0%

O governo Bolsonaro informou ainda que a desoneração implicará um corte de arrecadação de R$ 82,9 milhões em 2021. Para 2022, a estimativa da redução de tributação é de R$ 119,5 milhões. Entre 2018 e 2019, os impostos eram de, respectivamente, 50%, 40% e 20%.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!