Um criminoso que vira bom moço, como o personagem vivido no cinema pelo galã Leonardo DiCaprio no filme “Prenda-me se for capaz”, não é muito comum na vida real. Mas de vez em quando, isso acaba acontecendo.

É o caso do hacker que realizou o maior roubo de criptomoedas até hoje. Ele acabou de devolver a última “parcela” dos 600 milhões de dólares em criptomoedas que desviou da Poly Network.

publicidade

Logo depois do roubo, o hacker conhecido como Mr. White Hat confessou que fez tudo por “diversão”, e começou a devolver o valor em várias parcelas. essa última foi de 141 milhões de dólares.

A empresa ficou tão feliz de recuperar os ativos que recompensou a boa ação do criminoso com o pagamento de 500 mil dólares e uma oferta de emprego!

Pois é, segundo o site Bleeping Computer, a Poly Network quer que Mr. White Hat seja funcionário da empresa, no cargo de conselheiro-chefe de segurança. A empresa também declarou que não tem intenção de responsabilizar legalmente o hacker.

É ou não é a “versão tecnológica” do filme de DiCaprio? Também em um caso real, o “criminoso” Frank Abagnale Júnior aprontou muito: foi um dos maiores ladrões de banco da história dos Estados Unidos, e se fez passar por piloto comercial e até agente do FBI. Mas finalmente foi preso e passou maus bocados na cadeia até arrumar um emprego como consultor de segurança de bancos. Hoje ele comanda uma empresa e é milionário.

Por enquanto, ninguém sabe a resposta do criminoso em relação à oferta de emprego da Poly Network, e ele também não se manifestou sobre a recompensa de 500 mil dólares.

Será que essa história vai parar por aí? A gente fica de olho e conta pra vocês!

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!