Reforçando a aposta em soluções próprias de logística, o Mercado Livre anunciou nesta semana a compra da plataforma de entregas Kangu. O valor da aquisição não foi divulgado.

O negócio oferecerá à gigante do comércio eletrônico uma infraestrutura com 5 mil pontos de entrega e coleta no Brasil, além de presença em outros países como Colômbia e México.

publicidade

A Kangu atuava usando pequenas lojas de bairro como pontos de gerenciamento de encomendas, o que ampliava a sua malha logística sem depender de parceiros.

A empresa, inclusive, já tinha uma parceria firmada com o Mercado Livre desde o ano passado, ano em que a demanda do segmento de e-commerce explodiu devido à pandemia.

Novos centros de distribuição

Van de entrega do Mercado Livre
América Latina pode quadruplicar as vendas de produtos pela internet nos próximos anos. Imagem: Leonidas Santana/Shutterstock

O Mercado Livre também anunciou um novo centro de distribuição em Belo Horizonte (MG) e outro em São Paulo (SP). A novidade é parte de uma investimento de R$ 10 bilhões que prevê a ampliação do alcance e a redução nos prazos de entrega da plataforma.

Com a Kangu, a ideia é oferecer entregas e coleta de encomendas em pontos alternativos para atender o número crescente de vendedores e clientes.

“Além disso, esses pontos poderão ser usados para devolução de produtos, sem que os clientes precisem enfrentar filas nos Correios”, disse Renato Pereira, diretor de Novos Negócios do Mercado Livre, em entrevista à Reuters.

Leia mais:

Entregas no mesmo dia

Em junho, o Mercado Livre deu início às operações de entrega no mesmo dia na região da Grande São Paulo e nas regiões metropolitanas de Florianópolis (SC) e Salvador (BA).

Segundo a empresa, o serviço contempla apenas produtos elegíveis cujos preços forem iguais ou superiores a R$ 79. Caso os pedidos sejam confirmados até às 11h da manhã, a varejista se compromete a entregar os produtos (inclusive aos sábados) até o fim do dia – em uma estratégia clara de concorrência frente ao serviço de entrega no mesmo dia da Amazon.

A previsão é de que o serviço envolva, inicialmente, cerca de 10 milhões de produtos. Embora o modelo ainda esteja restrito, essa modalidade de entrega deve ser expandido para outras regiões em breve.

Crédito da imagem principal: adrianosiker.com/Shutterstock

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!