Ciência e Espaço

Nasa fecha estruturas da Louisiana e Mississipi para se proteger do Furacão Ida

Por Rafael Arbulu, editado por Rafael Rigues
30/08/21 17h53, atualizada em 31/08/21 09h39
Furacão Ida

Imagem: Zenobillis/Shutterstock

A chegada do Furacão Ida ao solo norte-americano forçou a agência espacial norte-americana, a Nasa, a fechar duas de suas estruturas, localizadas nos estados da Louisiana e Mississipi. Dentro de ambas as edificações, foram mantidos apenas os funcionários essenciais, que monitoraram a passagem da tempestade, além de manter a observação e funcionamento de projetos considerados não interrompíveis.

Antes da chegada da tempestade pelo Golfo do México, as autoridades já haviam ordenado a evacuação das regiões mais perigosas – sobretudo Nova Orleans -, haja vista que o Furacão Ida, segundo dados preliminares da própria Nasa, poderia chegar ao nível 4 antes de se dissipar por completo. Segundo a escala Saffir-Simpson, que mede a “potência” de um furacão analisando sua velocidade média, ele é considerado um evento de alto risco – a escala vai de 0 a 5, do mais fraco ao mais perigoso.

Leia também

A chegada do Furacão Ida ao solo norte-americano, conforme registrado por imagens via satélite, que rendeu evacuação de algumas cidades no Golfo do México. Imagem: CIRA/NOAA/Divulgação

Apesar do tom alarmista, uma porta-voz da Nasa, Shannon Segovia, assegurou que a passagem do Furacão Ida vem sendo “tranquila”. A agência ainda não terminou de analisar todos os dados que coletou da tempestade, mas Segovia disse que nenhum problema foi relatado em qualquer uma das unidades:

“Não há qualquer tipo grave de inundação e nós também não acreditamos que tenham ocorrido quaisquer danos ao hardware de voo”, disse a porta-voz, que também disse que todo o pessoal interno está seguro, contabilizado e nenhum tipo de ferimento ou lesão foi comunicada.

Vale lembrar que a Estrutura de Montagem de Michoud, em Nova Orleans, resguarda partes do Sistema de Lançamento Espacial (na sigla em inglês, “SLS”) dos foguetes das missões Artemis 2 e Artemis 3, partes do projeto da Nasa que deve levar o homem de volta à Lua ainda nesta década.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Tags