O próximo smartphone topo de linha da Xiaomi, até agora chamado apenas de Xiaomi 12, deve trazer um conjunto triplo de câmeras traseiras por fora e processador Snapdragon 898 por dentro. Dentro deste pacote, a empresa chinesa pode incluir três sensores de 50 megapixels, deixando cada tipo de foto com a mesma qualidade e quantidade de detalhes da outra.

Grande parte dos fabricantes de celulares Android escolhe um número generoso para a resolução da câmera principal, deixando a contagem de pixels muito econômica nas lentes reservadas para ultrawide ou zoom. Existem até mesmo modelos com opção para macro com pífios dois ou cinco megapixels.

publicidade

Leia também

Xiaomi Mi 11 Ultra (Imagem: divulgação/Xiaomi)
Xiaomi Mi 11 Ultra (Imagem: divulgação/Xiaomi)

A Xiaomi deve mudar este cenário com o Xiaomi 12, que pode trazer um conjunto com três lentes na parte traseira, equipadas com o mesmo sensor de 50 megapixels. Essa mudança pode garantir a mesma quantidade de pontos que formam a imagem em uma foto wide, ultrawide ou então para o zoom óptico.

Xiaomi 12 pode ter muito zoom híbrido

A contagem diminui a quantidade de pixels do Mi 11 e seus 108 megapixels da câmera principal, mas aumenta muito o número de detalhes presentes para a ultrawide, que passa de 13 para 50 megapixels. Este modelo ainda deve trocar as fotos macro para zoom, registradas com ajuda de um sistema com periscópio, com aproximação de cinco vezes apenas com as lentes, ou então uma combinação de imagem de 50 megapixels cortada para diminuir ainda mais a distância do objeto fotografado – truque conhecido como zoom híbrido, muito utilizado por concorrentes como Samsung e Huawei.

O Xiaomi 12 deve ser anunciado entre o final deste ano e o começo do ano que vem, certamente já sairá de fábrica equipado com o próximo processador Snapdragon 898, que ainda nem foi anunciado oficialmente pela Qualcomm.

Via: GSMArena.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!