No mesmo dia em que inaugurou uma nova fábrica na China, a Lotus anunciou quatro novos modelos totalmente elétricos para os próximos anos. Começando com um lançamento já em 2022.

Os carros serão baseados na arquitetura Premium da empresa, projetada para veículos com distâncias entre eixos que variam de 2.889 mm a 3.100 mm, abrangendo os segmentos de C a E. As baterias da plataforma vão de 92 kWh a 120 kWh.

publicidade

Além disso, a plataforma é compatível com o sistema de carregamento de EV de alta velocidade de 800 volts, tido como o mais avançado da indústria. Os produtos desenvolvidos nesta arquitetura também serão capazes de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de três segundos.

Os quatro carros anunciados se enquadram no roteiro da Lotus Vision80, que é o plano da empresa para se converter em uma montadora totalmente elétrica por volta do seu 80º aniversário, em 2028. Para apoiar esse objetivo, a Lotus criou uma nova divisão chamada Lotus Technology.

É só um teaser por enquanto: os nomes e fotos vagas dos veículos foram divulgados sem qualquer detalhe. As informações vêm do que se conhece da linha e do segmento.

Os carros

O primeiro Lotus a chegar será o SUV do segmento E (SUVs de tamanho médio) sob o codinome Type 132. O carro poderá ser uma opção na linha do Tesla Model X e do Audi e-tron.

ilustração de um dos carros novos elétricos da Lotus
O Type 132 já está prometido para ano que vem (Divulgação)

Para 2023, está sendo prometido o Type 133, um cupê de quatro portas de tamanho grande. Possivelmente comparável ao Mercedes-Benz EQE.

ilustração de um Lotus elétrico SUV
O Type 133 é um cupê de quatro portas da Lotus, esperado para 2023 (Divulgação)

O Lotus Type 134 é o SUV elétrico do segmento D (tamanho médio econômico), a ser lançado pela empresa em 2025.

Uma prévia do que pode ser outro futuro carro elétrico da Lotus
Para 2025, o Lotus Type 134 é o SUV elétrico do segmento D da empresa (Divulgação)

Fechando a lista está o Type 135, um supercarro esportivo elétrico da Lotus prometido para 2026.

Um carro esportivo da Lotus que poderá chegar em 2026
Type 135, um carro esportivo elétrico da Lotus prometido para 2026 (Divulgação)

Nova fábrica da Lotus funcionando ainda este ano

Os veículos chegarão para acompanhar o hipercarro totalmente elétrico Evija e o último hipercarro a combustão da empresa, o Emira.

Ontem, 31 de agosto, o grupo Lotus inaugurou sua sede global em Wuhan, na China. A fábrica terá como foco baterias e gerenciamento de energia, motores elétricos, sistemas de controle eletrônico, direção inteligente, fabricação inteligente. Uma nova fábrica também está a caminho para Wuhan e será inaugurada ainda este ano.

Esta estrutura irá complementar as instalações de desempenho e fabricação de carros esportivos existentes no Reino Unido em Hethel e Norwich. Ela cobre uma área de mais de 1 milhão de metros quadrados, com capacidade de produção anual de 150 mil veículos.

A Lotus afirma que esta é a primeira fábrica no mundo com uma pista de teste inteligente integrada. Ela contará com um sistema avançado pelo qual os veículos podem ser transportados para as oficinas usando tecnologia de direção autônoma, sem qualquer intervenção humana. A estrutura foi projetada para acomodar veículos dirigindo a velocidades de até 230 km/h, contendo 16 curvas.

No campo da direção inteligente, a Lotus revelou o conceito de “direção inteligente no nível da pista” como uma meta de desenvolvimento tecnológico de 10 anos. O objetivo da nova tecnologia é ajudar os motoristas a ter um desempenho tão bom quanto o de um piloto de F1 na pista, aumentando a segurança do motorista e melhorando o desempenho na estrada por meio de software e hardware avançados.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.