O Corinthians entrou oficialmente e fortemente no mundo dos criptoativos nesta quarta-feira (1), data que marca o aniversário de 111 anos do clube. No mesmo dia, os paulistas ganharam o patrocínio da plataforma de criptomoedas Mercado Bitcoin, que vai estampar a marca na parte inferior da camisa do time profissional masculino, e anunciou o lançamento de seu próprio NFT, o $SCCP.

Mais nova patrocinadora do Corinthians, a Mercado Bitcoin entrou no mundo do futebol em 2021 patrocinando as transmissões dos jogos da Conmebol Libertadores no SBT. A empresa, porém, nasceu antes da popularização das criptomoedas, em 2013, no site oficial, a plataforma se descreve como uma companhia que deseja “democratizar o acesso aos ativos digitais”.

publicidade
Mercado Bitcoin na camisa do Corinthians
Mercado Bitcoin irá expor sua marca na parte inferior da camisa do time de futebol masculino do Corinthians. Crédito: Reprodução/YouTube – Corinthians TV

Em uma pesquisa realizada em 2020, a Mercado Bitcoin foi eleita como uma das 20 plataformas mais confiáveis do mundo para negociações com criptoativos. Hoje, a empresa conta com mais de 2,8 milhões de clientes, o que a torna a maior plataforma de criptomoedas e ativos digitais da América Latina. A empresa negocia as principais moedas digitais, como Bitcoin e Ethereum.

Fan token $SCCP

No aniversário de 111 anos, o Corinthians também anunciou o lançamento da oferta inicial de seu próprio NFT, o $SCCP. Um fan token é um ativo digital que permite aos torcedores influenciar em algumas decisões do clube. No caso do Corinthians, os torcedores poderão, por exemplo, escolher qual frase será escrita no túnel que dá acesso ao campo da Neo Química Arena, o estádio do clube.

O $SCCP terá sua oferta inicial nesta quinta-feira (2) a partir das 10h, ao todo, serão disponibilizados 850.000 tokens, que terão o valor inicial de US$ 2 (R$ 10,37, na cotação atual). Os fan tokens serão disponibilizados por meio do aplicativo de engajamento de fãs Sócios.com, em uma parceria com a fintech especializada na tecnologia blockchain Chiliz.

Leia mais:

Além do Corinthians, outros grandes clubes do mundo possuem suas próprias criptomoedas, entre eles estão Paris Saint-Germain, da França, Juventus e Milan, da Itália, Manchester City e Arsenal, da Inglaterra, e Barcelona, da Espanha. Além de clubes de futebol, equipes de e-sports, como a Heretic e a OG Sports, e as equipes de Fórmula 1 Aston Martin e Alpha Romeo também possuem fan tokens.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!