O jogo ‘Call of Duty: Vanguard’ só chega no dia 5 de novembro, mas, já está cercado de polêmica!

A Sledgehammer Games, do estúdio Activision, decidiu basear os personagens principais do jogo em heróis de guerra reais. Um deles é Charles Upham, militar neozelandês que foi o único soldado que recebeu a Cruz da Vitória duas vezes na segunda guerra mundial.

publicidade

Só que no game, ele se transformou em um soldado australiano. Aí os vizinhos de continente não acharam a menor graça. Outros personagens, um americano, uma russa e um britânico, não tiveram as nacionalidades trocadas.

Um dos textos publicados na Nova Zelândia sobre o assunto diz que isso foi um insulto ao país.

Em resposta às críticas, a produtora do game apenas confirmou o erro cometido, sem justificar a troca de nacionalidade. Vamos esperar que o caso não sirva de motivo para uma guerra real, não é?

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!