Os drones COW (Cell on Wings) da AT&T, que funcionam como torres 4G LTE voadoras, estão sendo usados pela empresa para um papel importante, reestabelecer o sinal no estado da Louisiana, Estados Unidos, após a passagem do furacão Ida. Já vimos drones usados para distribuírem remédios em situações de emergência, mas é muito interessante eles oferecendo conexão 4G.

Drone da AT&T também é à prova d’água e ventos fortes

Como chegam a uma altura de 91 metros, os drones FirstNet One têm um alcance bem maior do que uma torre de emergência comum, e são uma evolução de um projeto que começou há alguns anos. A empresa chama carinhosamente os seus drones de Flying COWs, ou “vacas voadoras”.

publicidade

Criados em 2017 para situações de emergências em desastres naturais e também para grandes eventos, esses drones foram usados pela primeira vez pela AT&T em Porto Rico, depois da passagem do furacão Maria. No ano seguinte, o COW ganhou uma versão que é à prova d’água e consegue se manter no ar mesmo com ventos fortes de até 80 km/h, chuva, fumaça ou até neve, usada pela primeira vez depois do furacão Michael.

Leia mais:

Com os esforços da AT&T, incluindo os Flying COWs, 85% da rede sem fio da empresa na Louisiana foram recuperados essa semana.

Drone também pode localizar pessoas desaparecidas em desastres

O curioso é que o drone fica o tempo todo conectado a um cabo que envia dados e energia para mantê-lo voando. A AT&T pode usar um ou mais drones, dependendo da situação, e mesmo serem usados em movimento, para acompanhar bombeiros que perseguem um incêndio, como lembra o Business Insider. Além disso, o drone conta com câmeras que podem ajudar policiais e bombeiros em resgates e buscas.

Em um release, a empresa conta que sua rede sem fio no estado da Louisiana está operando com um volume 98% maior que o normal, por isso a decisão de usar esse recurso de emergência. A AT&T também diz que já foram feitos 60 pedidos de uso do FirstNet para emergências relacionadas ao Ida de autoridades locais, estaduais e federais nos Estados Unidos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!