A série ‘Expats’, do Amazon Prime Video, vai atrasar significativamente. O adiamento do projeto da plataforma de streaming é calculado em meses. A atriz Nicole Kidman é o motivo da demora. A estrela de Hollywood não conseguiu se adaptar a Hong Kong e deixou a cidade chinesa.

De acordo com o site CBR, além de não conseguir se adaptar ao local, Kidman estava desconfortável com as suas condições de trabalho. A atriz não conseguiu encontrar um local adequado para descansar durante as filmagens nas movimentadas ruas de Hong Kong, apenas com uma pequena tenda, e entrou em conflito com a diretora Lulu Wang (‘The Farewell’ e ‘Posthumous’).

publicidade

Leia mais:

Assim, as filmagens acabaram suspensas por três dias. Em seguida, Nicole Kidman pediu uma licença de dois meses. A atriz seguiu para a Austrália, onde vai permanecer durante o tempo solicitado, antes de retornar para completar as gravações de ‘Expats’.

O que pode ter causa incômodo da atriz é a densidade da cidade. A região autônoma tem mais de 7 milhões de habitantes e, diferente de outros lugares, as produções não conseguem fechar áreas, sendo filmadas com a população local realizando suas atividades rotineiras.

Nicole Kidman - Nove Desconhecidos - Hulu
A atriz também protagoniza a série ‘Nove Desconhecidos’, disponível no Amazon Prime Video. Imagem: Hulu/Reprodução

A série ‘Expats’ é envolvida em polêmica desde o início, por causa da premissa e do péssimo timing. Para muitas pessoas de Hong Kong, o projeto do Amazon Prime Video mostra o local como exótico sob o ponto de vista de um visitante branco, marginalizando os habitantes locais, representando-os de maneira deturpada e sem enxergar os problemas locais.

Outra crítica à série se refere à realização justamente após a imposição de uma lei de segurança nacional por parte de Pequim. Como se não bastasse, Nicole Kidman recebeu autorização do governo de Hong Kong para entrar na cidade sem passar pelo período de sete dias de quarentena exigidos a outros visitantes por causa da Covid-19.

O governo local se defende, afirmando que a série do Amazon Prime Video é importante para a economia local. Os críticos, por sua vez, destacam que é desespero por parte das autoridades, para restaurar a imagem de Hong Kong depois dos protestos que ganharam atenção no mundo e começaram em 2019, causados pela proposta do projeto de lei de extradição, que alterava o Decreto dos Infratores Fugitivos.

Com isso, a China impôs a lei de segurança nacional de Hong Kong, que retirou diversos direitos democráticos e liberdades da população local.

Via: CBR

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!