[CUIDADO! SPOILERS A SEGUIR] O Multiverso realmente chegou ao Universo Cinematográfico Marvel (MCU), e Doutor Estranho está bem no centro. Entre o futuro Stephen Strange no vindouro ‘Multiverso da Loucura‘, a aparição no teaser de ‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa’, e agora o papel central no novo episódio chocantemente sombrio de ‘What If …?‘, o “Mago Supremo” é claramente a chave para tudo o que ao estúdio tem em mente para a Fase 4. Isso, por sua vez, levou a uma nova e fascinante teoria dos fãs, especulando sobre quem poderia ser o vilão nos próximos filmes: o próprio “Mestre das Artes Místicas”.

A partir do momento em que estreou, a animação antológica mostrou que terá muito mais impacto sobre o MCU do que se pensava inicialmente. No 4º episódio da produção exclusiva do Disney+, “E se… O Doutor Estranho perdesse o coração em vez das mãos?”, uma realidade inteira é destruída nas mãos de uma variante do personagem após uma sequência desastrosa de atitudes precipitadas. A exibição do capítulo tão perto da divulgação do trailer de ‘Homem-Aranha 3’ pode ter sido deliberada, desenhando assim uma conexão entre os dois conteúdos – que sugeriria uma reviravolta verdadeiramente chocante para Strange no segundo filme que protagonizará: ‘Multiverso da Loucura’.

publicidade
doutor estranho what if
Doutor Estranho enfrenta versão maligna dele mesmo em ‘What If…?’. Imagem: Marvel Studio/Divulgação

Ao que tudo indica, a criação do Multiverso na conclusão da primeira temporada de ‘Loki’ terá um grande impacto em ‘Sem Volta para Casa’, visto que o reaparecimento de Alfred Molina como o Doutor Octopus, junto a Electro e Duende Verde, ocorrem de uma franquia de filmes que não pertencem ao MCU. Porém, o próprio Doutor Estranho e atitude de tentar um feitiço para apagar o conhecimento do público sobre a identidade secreta do Homem-Aranha pode ser o fator principal da colisão de várias realidades.

A história de “E se… O Doutor Estranho perdesse o coração em vez das mãos?” carrega uma série de conexões importantes, que corroboram a nova teoria. O evento nexus no episódio é a morte de Christine Palmer (Rachel McAdams) no acidente que acabou com uso das mãos de Strange na linha principal do MCU. Então, ele se dedica a trazê-la de volta dos mortos, um evento impossível, pois isso criaria um paradoxo insolúvel no universo. O protagonista tem sucesso na tarefa de absorver a energia de um número impressionante de entidades sobrenaturais na tentativa de ressuscitar a amada. Porém, quando ela é restaurada, reage com horror ao vê-lo antes que ela.

Christine e o resto do universo, graças à equivocada atitude de Strange, são dizimados. Em um momento de desespero, ele implora ao Vigia (Jeffrey Wright) para interferir na realidade em questão, mas recebe uma negativa de Uatu. O episódio, então, termina com “o Supremo Doutor Estranho” sozinho em um vasto vazio, torturado pelo conhecimento de que ele nunca poderá desfazer o que fez.

Leia mais:

Talvez a parte mais perturbadora do episódio seja mostrar o quão perto o maligno Strange está do principal Doutor Estranho. A versão heroica que conhecemos é apenas um pouco menos arrogante, mas a diferença é tudo o que existe entre ser ou o salvador da realidade ou aquele que a condenará. Isso ressalta um dos destaques mais notáveis ​​do teaser de ‘Sem Volta para Casa’. No trailer, o “Mago Supremo” é extremamente arrogante e mais do que feliz em brincar casualmente com feitiços que moldam a realidade, confiante de que tem a habilidade de manter tudo sob controle. Isso não está em desacordo com o personagem que o público conhece do MCU, cuja humildade foi desenvolvida após arrogância e má vontade (como visto no longa solo do personagem, lançado em 2016). No entanto, isso parece excessivamente confiante para alguém perdido que viveu as consequências de ‘Guerra Infinita’ (2018) e ‘Ultimato’ (2019) – o que sugere, então, que o protagonista não é quem parece.

“What If…/”, então, fornece um candidato para a mudança. Se o Doutor Octopus e outros vilões do Homem-Aranha podem ser trazidos para o MCU de outra realidade, o “Strange do mal” pode passar pelo mesmo destino. Na verdade, a variante distorcida sabe claramente sobre a existência do Multiverso, uma vez que ele pode perceber e interagir com o Vigiam no fim do episódio. Isso não apenas explicaria a imprudência no trailer de ‘Sem Volta para Casa’, mas transformaria o que parece ser um acidente em um ato deliberado de sabotagem cósmica. O personagem mostrando na animação certamente não desejaria retornar à própria realidade, o que significa tanto se livrar da versão que o público conhece – estabelecendo assim o ‘Multiverso da Loucura’ e garantindo que ele nunca possa ser enviado de volta ao universo condenado.

É uma teoria? Sim, mas se encaixa nos fatos como os fãs os conhecem agora, e o momento do episódio para o trailer sugere muito mais do que uma coincidência. Quando ‘What If …? ‘foi anunciado pela primeira vez, parecia muito com uma série atípica. O formato animado forneceu uma ótima maneira de explorar as realidades alternativas do título, porém poucos fãs esperavam que a produção se conectasse ao MCU tão profundamente. De qualquer forma, vale ressaltar que ‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa‘ chega no dia 16 de dezembro nos cinemas. Já ‘Doutor Estranho no Multiverso da Loucura‘ poderá ser visto nas telonas em 25 de março de 2022.

Fonte: CBR

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!