Segundo o Instituto Pet Brasil, o segmento Pet está em alta no mercado. Para este ano, a previsão é que o setor ultrapasse a marca de R$ 46 bilhões em faturamento.

Aproveitando essa maré positiva, a startup Petlove, candidata ao posto de próximos unicórnios (empresas avaliadas em mais de US$ 1 bilhão) em 2021, reforça os planos de expansão após receber um aporte financeiro de R$ 750 milhões, liderado pela Riverwood Capital e com participação da Softbank Latin America e da Monashees.

publicidade

Talita Lacerda, atual CEO da empresa, liderou o processo de captação e falous sobre os próximos passos da empresa, que engloba plano de saúde para os pets e outras evoluções para o negócio.

Plano de saúde para pets

A executiva disse, em entrevista ao Estadão, que um dos projetos é lançar um serviço de assinatura de planos de saúde voltado para pets, já que a Petlove possui atualmente uma parceria com a seguradora Porto Seguro.

“Tem muitos setores em que não estamos ainda. Acho que tem muito espaço para crescer em saúde e vamos investir pesado”, disse Talita.

A CEO aponta que esse será “mais um passo” que a empresa dá em sua jornada de transformação. A primeira grande mudança, segundo a executiva, foi criar um programa de assinatura para clientes da Petlove, o que, atualmente, representa 70% da receita da startup.

Outra meta é otimizar produtos e serviços. O “Petlove já”, por exemplo, é uma modalidade de entrega rápida de produtos e será ampliada para mais dez cidades, além de São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG).

O objetivo é que o serviço esteja presente em 50 municípios até o início de 2022 e o aporte certamente deve ajudar no processo.

O dinheiro também será investido na abertura de novos centros de distribuição automatizados.

Leia mais:

Metas da Petlove para 2022

Um dos objetivos da empresa é integrar à sua operação as aquisições efetuadas que a empresa realizou ao longo do primeiro semestre.

Nesse período, a Petlove se fundiu, por exemplo, com a DogHero, do setor de hospedagens de animais de estimação. Para 2022 e 2023, a previsão é de investir em mais aquisições.

Além disso, os planos englobam acelerar a expansão em logística e reforçar a equipe de tecnologia. “Vamos lançar a venda do nosso plano de saúde online. Então é um ano em que esperamos ter muitas inovações da parte de tecnologia”, diz Talita.

Por fim, a executiva acrescenta que a empresa monitora os concorrentes e “as tendências fora do País” de perto, a fim de entender como um novo produto ou serviço pode influenciar na relação do pet com o tutor.

Créditos da imagem principal: Chendongshan/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!