A Avanade, consultoria especializada em inovação digital, abriu um programa de estágio em TI. Chamado de “Decola Tech”, o bootcamp é gratuito e foi desenvolvido em parceria com a Digital Innovation One (DIO), plataforma open education, sendo que 60% das 130 vagas são reservadas exclusivamente para mulheres.

Os candidatos bem-sucedidos durante o processo serão integrados aos times de desenvolvimento da Avanade e, após completarem o programa de estágio, poderão seguir na empresa com oportunidades em carreiras tecnológicas.

publicidade

Ao todo, o bootcamp possui 40 horas e poderá ser realizado em até 45 dias, o que equivale a menos de uma hora de estudo diário.

programa de estágio
Programa Decola Tech é gratuito e não há pré-requisitos de idade ou idioma. Crédito: Shutterstock

O programa conta com uma trilha educacional online focada em .NET e Azure, onde os candidatos serão introduzidos ao framework, aprenderão sobre arquitetura e aplicabilidade para engenharia de dados, além de aplicações serverless na Azure.

Durante o bootcamp, a pessoa candidata terá contato com experts da Avanade em mentorias e workshops e poderá aprender como é o dia a dia de um profissional de tecnologia.

Os participantes que finalizarem todas as atividades podem gerar uma certificação de 40 horas de experiências educacionais para agregar ao currículo e perfil profissional.

As vagas de estágio são presenciais para as cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE) e Nova Lima (MG). As inscrições para o programa são abertas ao público até 17 de setembro e podem ser feitas por este link.

Leia também!

“Nosso programa de estágio é um forte pilar para a formação de novos talentos, e busca também estimular a diversidade social, de gênero e etária, entre outras. Nesta linha, cerca de metade das vagas são para mulheres. Não colocamos limites de idade ou o pré-requisito do idioma inglês, pois queremos que este sonho seja acessível e, assim, construir a próxima geração de profissionais aqui dentro da Avanade”, comenta Veronika Falconer, diretora sênior de Recursos Humanos da consultoria.

Ainda de acordo com a executiva, a expectativa com não colocar pré-requisitos em idade é que haja inscrições de pessoas de direntes faixas-etárias.

“Viabilizamos desta forma a primeira oportunidade de carreira em tecnologia para quem tem o sonho de trabalhar com esse tema, porém sente que ainda não está pronto, independente de serem pessoas de 20, 25 ou 60 anos”, completa.

Para Iglá Generoso, fundador e CEO da DIO, o Decola Tech “é uma excelente forma de colaborarmos com milhares de universitários e gerarmos oportunidades para jovens, adultos, mulheres, grupos de diversidade e para qualquer pessoa que queira se desenvolver e crescer na carreira”.

Crédito da imagem principal: fizkes/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!