Durante o Olhar Digital News da última terça-feira (7), o Diretor de Soluções de Identidade e Prevenção a Fraudes da Serasa Experian, Jaison Reis, foi entrevistado para falar sobre um dado triste. No primeiro semestre de 2021, o Brasil bateu recorde no número de registros de golpes virtuais.

De acordo com o diretor, a principal razão para o aumento desta modalidade de fraude está no fato de o brasileiro ter aumentado o tempo que passa em casa em decorrência da pandemia da Covid-19. Com isso, o número de transações digitais aumentou, o que abriu uma janela para novos golpes.

publicidade

Um dos principais meios de operação dos fraudadores se dá através do roubo de documentos. Por isso, é importante estar sempre atento se contas bancárias ou pedidos de linhas de crédito foram feitos usando seus documentos.

Para isso, o Banco Central oferece gratuitamente a ferramenta Registrato, que permite verificar todos os vínculos bancários de uma pessoa. O Olhar Digital preparou um tutorial completo sobre como usar a ferramenta. Caso haja algo estranho, basta entrar em contato com a instituição para denunciar a fraude.

Papel das lojas

Segundo Jaison Reis, as principais redes de varejo que possuem presença no meio digital têm mecanismos de prevenção à fraude. Essas ferramentas incluem cruzamento de informações, sendo a principal delas a definição do chamado comportamento de compras.

Isso inclui, por exemplo, a comparação entre uma compra específica e as demais feitas por esse mesmo comprador. Caso haja uma diferença muito grande entre essa compra e o padrão de transações dessa pessoa, pode acontecer um pedido de confirmação ao cliente como prevenção a fraudes.

Engenharia social

Jaison Reis também atentou ao fato de se estar sempre atento ao uso da técnica da engenharia social. Nesse modo de golpe, um fraudador faz com que uma pessoa acredite que ela está falando com um representante de uma empresa, a fim de conseguir roubar informações pessoais.

O diretor da Serasa recomenda nunca passar ativamente dados pessoais em ligações telefônicas. Ou seja, a não ser que você tenha ligado para uma empresa, nunca informe dados pessoais. Além disso, é importante também estar sempre atento aos sites onde se faz compras online.

Leia mais:

De acordo com Reis, é importante filtrar muito bem onde se está inserindo os dados pessoais. Uma dica é sempre pedir recomendações a pessoas de confiança sobre uma loja online antes de realizar uma compra em uma loja online.

Confira a íntegra da entrevista de Jaison Reis ao Olhar Digital News:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!