As vacinas contra a Covid-19 conseguem barrar a variante Delta da doença, como observado em países como o Brasil, no entanto, os imunizantes podem ter uma eficácia reduzida contra a Cepa e isso fica mais evidente a medida que ela avança.

Uma pesquisa divulgada pelo Morbidity and Mortality Weekly Report mostra que as vacinas continuam fortes contra mortes e hospitalizações, mas perderam força no combate as infecções. Por conta disso, o vírus continua circulando entre vacinados contaminados com a variante Delta.

publicidade

Variante Delta contra as vacinas

A pesquisa levou em conta hospitalizações e mortes entre pessoas com 18 anos ou mais durante 4 de abril a 17 de julho de 2021. E confirmaram a vacinação por meio de dados de registro de vacinação e vigilância de casos vinculados dos Estados Unidos. “Esses achados foram consistentes com uma redução sugerida na proteção da vacina contra infecção e proteção contínua contra hospitalização e morte associadas a Covid-19”, dizem os pesquisadores.

Leia mais!

“Os dados podem ser úteis para comunicar o impacto em tempo real das vacinas (por exemplo, pessoas não totalmente vacinadas com risco de mortalidade por COVID-19> 10 vezes maior) e orientar estratégias de prevenção, como vacinação e intervenções não farmacológicas”, diz um trecho do estudo.

Via MedicalXpress

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!