Depois de realizarem duas atividades extraveiculares e de estabelecerem um novo recorde de missão espacial mais longa da história da China, os três astronautas que estão na estação espacial Tianhe estão voltando para casa nesta semana.

Nie Haisheng, Liu Boming e Tang Hongbo passaram 90 dias no laboratório orbital da China, desde que chegaram a bordo do Shenzhou 12, em 17 de junho. Avisos de fechamento do espaço aéreo emitidos na quarta-feira (15) indicam que a tripulação retornará entre 1h14 e 1h44 EDT (2h14 e 2h44, pelo horário de Brasília) desta sexta-feira (17).

publicidade
Astronautas deixam a estação espacial chinesa Tianhe na sexta-feira (17). Imagem: Axel Monse – Shutterstock

Pela primeira vez, o desembarque acontecerá perto de Dongfeng, no Deserto de Gobi, na Mongólia Interior. A área de pouso fica próxima ao Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, de onde são lançadas as missões de voo espacial humano da China. 

De acordo com o site Space, os desembarques anteriores da Shenzhou eram em pastagens de Siziwang, também na Mongólia. As equipes têm realizado exercícios de busca e resgate no local de pouso de Dongfeng há pelo menos uma semana.

Leia mais:

Shenzhou 13 levará outros astronautas chineses à estação Tianhe

Os três astronautas, também chamados de taikonautas, concluíram duas caminhadas espaciais para preparar Tianhe para futuras chegadas, além de terem realizado uma série de experimentos e enviado imagens impressionantes da Terra.

Algumas tarefas permanecem. Eles ainda vão circunavegar Tianhe em sua cápsula e testar um ponto de encontro radial, desacoplando o módulo da estação por baixo.

Tianhe receberá visita em breve, já que a espaçonave de carga Tianzhou 3 deve ser lançada de Wenchang, sul da China, por volta de 20 de setembro para entregar suprimentos para a próxima missão tripulada à estação, Shenzhou 13, que deve ser lançada em outubro.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!