Cinco empresas americanas foram selecionadas pela Nasa para ajudar a agência a possibilitar um ritmo constante de viagens tripuladas à superfície da Lua sob o programa Artemis

Projeto Artemis
Nasa seleciona cinco empresas para empresas que trabalharão no desenvolvimento de conceitos de naves para pouso na Lua. Imagem: Nasa/Divulgação

Essas empresas serão responsáveis por aperfeiçoar conceitos de sistemas sustentáveis de pouso humano, conduzindo atividades de redução de risco para missões de pouso lunar tripuladas.

publicidade

Segundo a agência espacial, as empresas selecionadas via licitação terão contratos firmes de 15 meses, com preços fixos. São elas:

  • Federação de Origem Azul, de Kent, Washington, US$25,6 milhões;
  • Dynetics, de Huntsville, Alabama, US$40,8 milhões;
  • Lockheed Martin, de Littleton, Colorado, US$35,2 milhões;
  • Northrop Grumman ,de Dulles, Virginia, US$34,8 milhões;
  • SpaceX, de Hawthorne, Califórnia, US$9,4 milhões.

Nasa pretende fornecer transporte regular de astronautas à superfície da Lua

“Estabelecer uma presença humana de longo prazo na Lua por meio de serviços recorrentes usando sondas lunares é um dos principais objetivos da Artemis”, disse Kathy Lueders, administradora associada da Nasa para Exploração e Operações Humanas, da sede em Washington. “Este passo crítico estabelece a base para a liderança dos EUA em aprender mais sobre a Lua e como viver e trabalhar no espaço profundo para futuras missões no sistema solar”.

As empresas selecionadas desenvolverão conceitos de projeto de pouso, avaliando seu desempenho, projeto, padrões de construção, requisitos de garantia de missão, interfaces, segurança, acomodações de saúde da tripulação e capacidades médicas. 

De acordo com a agência, as empresas também deverão atenuar os riscos do módulo lunar, conduzindo testes de componentes críticos e avançando na maturidade de tecnologias-chave.

Leia mais:

Segundo Lisa Watson-Morgan, gerente do Programa de Sistema de Aterrissagem Humana no Marshall Space Flight Center, em Huntsville, no estado do Alabama, o trabalho dessas empresas acabará por ajudar a moldar a estratégia e os requisitos para uma futura solicitação da Nasa para fornecer transporte regular de astronautas da órbita lunar à superfície da lua.

“A colaboração com nossos parceiros é crucial para alcançar os objetivos de exploração lunar Artemis de longo prazo da Nasa”, disse Lisa, afirmando que o programa irá “estabelecer uma economia lunar robusta enquanto explora novas áreas da Lua para as gerações vindouras”.

Programa Artemis de transporte à Lua ajudará na futura exploração de Marte

Os objetivos da agência sob Artemis incluem permitir uma abordagem de longo prazo segura e econômica para acessar a superfície da Lua e se tornar um dos vários clientes que compram serviços no mercado de transporte lunar. Conforme consta no site da agência, muito do que a Nasa desenvolve para a Lua será aplicado na futura exploração de Marte.

Entre as missões Artemis, está o pouso da primeira mulher e a primeira pessoa negra na superfície lunar, além do envio de um conjunto de novos instrumentos científicos e demonstrações de tecnologia para estudar a Lua, visando estabelecer uma presença de longo prazo lá.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!